Sérgio Pires 28/05/2016

DA CRESCENTE DESUMANIDADE, SÓ PODEMOS ACUSAR A NÓS MESMOS!

A perda do sentimento de humanidade é crescente, perigosa e uma espécie de câncer social. Por mais lamentável que possa parecer, essa é uma verdade atestada pelo dia a dia. Crimes brutais são divulgados nas redes sociais e comentados até com ironia e tentativa de transformar o sofrimento alheio em piadas e brincadeiras. Crianças são expostas em vídeos, fotos e situações dramáticas, tenebrosas; a violência é tratada como coisa comum. Como se a brutalidade tivesse se tornado apenas um apêndice, um detalhe normal, na vida de todos. No inacreditável episódio de uma menina de 16 anos, estuprada por 33 homens, no Rio de Janeiro, o que se viu foi um festival de aberrações, insensibilidade e falta de civilidade. Ignorou-se que se trata de um ato animalesco; que o ataque covarde foi contra uma menina, pouco mais que uma criança. Houve quem tivesse coragem de defender a agressão, como se a pobre jovem tivesse sido a culpada da bestialidade da qual foi a única vítima. Postagens da garota em trajes curtos, outras com armas na mão, outras escrevendo bobagens (o que é comum em meninas e meninos nessa idade), foram colocadas nas redes sociais, como se ela tivesse provocado tudo. É o absurdo, é o ato desumano, é o desrespeito ao próximo e às suas dores e sentimentos; é a tristeza de vermos transformado em debate ideológico, um crime tão horroroso, contra alguém que vive em comunidade pobre e já é, desde que nasceu, alvo das injustiças e da uma vida duríssima, com poucas perspectivas.

O que está acontecendo com o nosso país? Onde está aquele brasileiro espirituoso, cordato, amigo, que estende a mão, que gosta de paz, amor e tranquilidade? Onde estão os brasileiros solidários, que se entristeciam com o sofrimento alheio? O que fizemos nós de nós mesmos? Podemos culpar os políticos ladrões, os canalhas e corruptos por quase tudo. Mas a culpa pela desumanidade a que estamos chegando não é deles. Eles podem ter quase todas as culpas, mas sermos um povo desumano, ah!, disso só podemos acusar a nós mesmos...

 

 

 TROCA DE CANAL

O último programa Direto ao Ponto, na SICTV, tem como entrevistado o apresentador Léo Ladeia. A atração da Record local, a partir da próxima semana, passa a fazer parte da nova programação da Record News, Canal 58. Léo é entrevistado por Sérgio Pires e fala exatamente sobre o novo horário de notícias da TV local, o Cidade Alerta Rondônia, que ele apresenta a partir das 17h50, já nesta terça. A atração terá o noticiário policial, tradicional no horário, na Record nacional, mas terá, mais que tudo, muito espaço dedicado aos problemas de Porto Velho e cidades do interior e às comunidades rondonienses. O bate papo com Léo Ladeia vai ao ar neste sábado, 13h10, logo depois do programa dos Dinossauros.

 

A DOMÍNIO DA VIOLÊNCIA

A esperança, para os mais pobres, estão cada vez mais distante. Mesmo quando algo parece bom, acaba dando errado. Exemplos não faltam. Em Porto Velho, essa teoria está sendo provada mais uma vez, na prática. No conjunto habitacional Orgulho do Madeira, que, quando concluída, terá mais de 16 mil moradores, os primeiros habitantes já estão se desesperando, ao invés de estarem comemorando a casa própria, finalmente conquistada. É que também lá não existem nem lei, nem ordem, nem segurança. Em poucos meses, as famílias já cansaram de serem roubadas e de ter que conviver com a violência. Nessa semana, fecharam uma das ruas de acesso,  exigindo ação das autoridades. Uma pena que até quando recebem as suas casas, os mais necessitados sofram tanto!

 

DEMOCRACIA? ONDE?

O Diretório Central dos Estudantes da Unir emitiu nota de repúdio à ação de estudantes que foram presos em Ji-Paraná, quando distribuíam panfletos apócrifos

(ou seja, anônimos), caluniando autoridades do Judiciário e da Polícia, incluindo-se aí o comandante da PM, coronel Ênedy. O Diretório diz que os estudantes tiveram seu direito de manifestação democrática cerceados e afirmou na nota que é notória a situação de fazendeiros atacando os pobres sem terra. É o mesmo Diretório, aparelhado, que jamais se pronunciou sobre o assassinato de proprietários de terras e seus funcionários e muito menos com o caso recente de um grupo armado de sem terra que atacou e incendiou uma fazenda na mesma Ji-Paraná.

 

SÓ UMA VERDADE VALE...

A diretoria do órgão da Unir deu carta branca, com sua posição, para quem quer que seja inventar calúnias contra qualquer um dos seus membros, seus amigos, sua família, seus “cumpanheiros”.. Se isso ocorrer, o “democrata” estará autorizando chamar do que quiser qualquer estudante que faça parte do órgão (inclusive acusando-o falsamente de assassinato, por exemplo), sem que possa ser contestado, porque se o fizesse, estaria tendo seu direito de manifestação inibido. É esse o perigo do aparelhamento político, partidário e ideológico: só uma verdade vale. Contra quem é adversário, vale tudo. Mas contra os que se acham donos da verdade, aí não pode. Poderia ter se calado, a direção partidária do centro de estudantes da Unir. Teria sido menos vergonhoso!

 

A JARARACA DE ROLIM

Uma jararaca ficou famosa em Rolim de Moura. Picou um pescador, próximo a um rio na zona rural. A vítima foi socorrida imediatamente num hospital da região e sob os cuidados médicos, incluindo o salvador soro antiofídico, já está fora de perigo. O réptil foi morto e levado para estudos. Mas, por que a fama? Fácil. Logo que capturada, a cobra foi chamada de Lula. O ex presidente, recordem, avisou, quando atacado por adversários políticos e chamado para depor na Polícia Federal, que haviam pisado no rabo da jararaca. A alusão é clara: ameaçava os inimigos de retrucar os ataques. Lá por Rolim, a cobra foi imediatamente chamada de Lula, pelos amigos do pescador picado. Até nas horas do perigo, o brasileiro não perde o bom humor e a criatividade!

 

PERGUNTINHA

Dá para ter alguma esperança num governo onde o ministro da Educação recebe um descerebrado, mais para troglodita, como Alexandre Frota, para ouvir dicas sobre como deve ser a educação no  Brasil?

Banner de Divulgação 1

Sérgio Pires 27/05/2016

CENAS DO TERROR E DA VIOLÊNCIA QUE PODERÍAMOS TER VIVIDO

É apenas uma pequena montagem de fotos. Uma montagem do terror. Para sabermos do que nos livramos. Para que saibamos do que um governante celerado, apaixonado pelo poder e por sua ideologia espúria é capaz; o que seus seguidores cegos pelo poder e pelo dinheiro fazem, destruindo uma Nação. As cenas são da Venezuela, onde a grande maioria da população quer ver o fim de um governo ditatorial, comandado por um incompetente, déspota, que prefere ver o sangue dos seus irmãos correndo nas ruas do que permitir que o povo tenha uma chance de se recuperar. Depois de aparelhar o Judiciário, para, através dele, fingir que está governando com a lei, Maduro está jogando seu país numa guerra civil, cujos resultados todos sabemos qual será: um confronto fratricida, com milhares de mortos e, no final, um país arrasado. E para que? Para que um megalomaníaco doente, tal qual todos os ditadores (de esquerda ou de direita), consiga entrar para a História, com cota de tragédias e sangue. Com mentiras, com a destruição da economia; com o desabastecimento e o a fome tomando conta do país; com grupos armados pelo poder facínora, atirando contra seus próprios irmãos, desde que o poder seja mantido, Maduro depende agora só da fúria e do aparelhamento do Estado para sobreviver num governo putrefato.

É esse poder, formado apenas por criminosos ideológicos ou amantes do dinheiro público que, até há pouco, era parceiro do Brasil do PT. É esse o aprendizado que queríam que tivéssemos? Guerrear entre irmãos, quebrar o o país, passar fome, só para que eles impusessem suas ideias sobre nossa Nação? Ainda bem que aqui é diferente. O Judiciário não está aparelhado (a não ser em alguns pontos, facilmente identificáveis) e o Exército jamais permitiria que milícias comunistas atirassem contra o povo. Não somos a trágica Venezuela, felizmente!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COVARDES DO ANONIMATO

Alguns vagabundos irresponsáveis, imaginando que aqui é a casa da Mãe Joana, foram para as ruas em Ji-Paraná, distribuir um panfleto apócrifo (e só poderia, porque covardes não assinam embaixo o que denunciam anonimamente), denegrindo autoridades e inventando mentiras absurdas. Acharam que sairiam ilesos. Todos foram presos, por ofensas morais a juízes, autoridades policiais e políticas. Vagabundos e safados, incluíram uma menor no grupo. Nem assim se safaram. Ligeirinho, apareceu na Delegacia onde os criminosos estavam presos, um advogado da Liga dos Camponeses Pobres, aquela mesma que, quando a lei valer para todos, sumirá do mapa do campo e irá ocupa celas em cadeias. Bandidagem agora tem limite, nesse novo Brasil!

 

NAZIF E O FOGO AMIGO

Além das enormes dificuldades que enfrentará da porta para fora, na sua busca pela reeleição, o prefeito Mauro Nazif terá um outro adversário poderoso para enfrentar: o fogo amigo. Dentro da Prefeitura, muitos servidores – incluindo alguns fiscais que andam nas ruas, inventando problemas onde eles não existem -  foram beneficiados pela atual administração, já que Nazif deu a eles uma atenção raramente vista antes. Em troca, tem recebido rasteiras e maldades. É bom que o Prefeito fique atento e de olho naqueles que se dizem agradecidos mas que, quando saem às ruas, fazem de tudo para prejudicá-lo. Deu prá entender, não é? Nem precisa desenhar.

 

SÉRGIO MELLO

Familiares, amigos, colegas de trabalho, seus parceiros Dinossauros, enfim, todos os que tiveram o prazer de conviver com Sérgio Mello, lembram da data desta sexta: é o primeiro ano de seu falecimento. Prematuramente traído pelo coração, Sérgio deixou só lembranças positivas por onde passou. Seus colegas da SICTV e da Rádio Parecis FM, onde militou por longos anos, o homenagearam com lembranças e comentários saudosos. Matéria especial sobre o grande profissional, amigo, pai e avô que se foi tão cedo, é destaque nos telejornais da SICTV dessa sexta. Dessa coluna, também vai o registro da saudade deixado pelo companheiro inesquecível!

 

AMIGUINHOS DOS BANDIDOS

Não fosse a perspectiva de que, em breve, as leis brasileiras voltarão a tratar  bandidos como bandidos e não como queridinhos dos direitos humanos e parte do Judiciário, seria de enlouquecer. Assassinos frios e cruéis, que destruíram vidas, famílias e lares, de forma absurda e doentia, têm sido beneficiados com “projetos sociais” de recuperação, como se fossem pobres coitados que precisam de uma chance. Claro que nunca ninguém pensa em quem eles destroçaram, mas isso é só um detalhe. Um dos assassinos da jovem Naiara Karine, condenado a 24 anos de cadeia e que não está nem um ano preso, já está cheio de apoios, incluindo uma ONG que cuida dos problemas dos presos. Já a família da menina cruelmente trucidada, espera até hoje que alguma autoridade vá se solidarizar com ela. Uma vergonha!

 

ILHA DE SUCESSO

Os números ainda são parciais. Mas o segundo dia da Rondônia Rural Show, foi um resumo do enorme sucesso da feira. O encontro rondoniense do agronegócio, idealizado pelo governador Confúcio Moura, já é um enorme sucesso, em sua quinta edição. Já é considerada uma das dez maiores feiras do país em volume de negócios e em grandeza, mesmo com tão pouco tempo de vida. Mesmo que não se chegue ao 1 bilhão de reais em negócios, previstos com otimismo antes do início da exposição de negócios, ela já pode ser considerada totalmente exitosa. Em tempos de crise econômica no país, a Rural Show é uma ilha de sucesso comercial num estado que era considerado pequeno e periférico, no norte do  país e que hoje é um exemplo positivo para todo o Brasil.

 

PERGUNTINHA

Quando gente que trucida pai e mãe; quando criminosos covardes e frios são protegidos pelas leis, qual o futuro de um país e das pessoas de bem que vivem nele?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Banner de Divulgação 2

Sérgio Pires 26/05/2016

ATÉ QUE ENFM, OS VIADUTOS TÊM CHANCE DE SEREM CONCLUÍDOS!


O senador Valdir Raupp finalmente deu uma sugestão que ele, o Dnit, o governo federal, o Estado e a torcida do Flamengo já deveriam ter dado há muito tempo: entregar ao 5º BEC as obras de conclusão dos viadutos sobre a BR 364, em Porto Velho. Oito anos depois, aqueles arremedos de obras; aquelas construções fantasmagóricas, que ligam nada a lugar nenhum; aquelas porcarias feitas com milhões de reais do dinheiro público jogado no lixo, enfim, terão chance de ficarem prontas, com qualidade, rapidez e sem risco de desvios para a corrupção. O Dnit, órgão (in)competente, responsável pelos viadutos, até agora não conseguiu cumprir nada o que combinou. Causou novamente grande prejuízo a um grupo de empresas, de Rondônia e de outras regiões do país, que formaram um consórcio, ao cancelar novamente a licitação que elas ganharam, porque exigia que os vencedores da concorrência assumissem os riscos de obras não feitas por antecessores, o que é um abuso e um absurdo. As empresas, que jamais viram seus contratos honrados conforme o combinado e que rezam para receber o dinheiro pelo que já fizeram, sofrerão graves perdas. Mas isso o Dnit não quer saber. O lado bom dessa história é a possibilidade do 5º BEC vir a assumir a responsabilidade pelo serviço. Teríamos certeza absoluta de que tudo funcionaria conforme o planejado.

 

As obras já realizadas pelo Exército, em Rondônia, são sempre de qualidade, rapidamente concluídas e dentro do orçamento. Não há suspeitas de nada e a população é atendida dentro das suas necessidades. Não se entende como essa medida não foi pensada antes, já que os viadutos se tornaram motivo de piada e são a prova concreta (com o perdão do trocadilho!), da incompetência dos gestores públicos.  A pergunta que se faz agora é óbvia: o 5º BEC aceitará assumir esse pepino? Em breve saberemos.

 

 

 

HERMÍNIO CONTRA OS MOINHOS

 

O deputado Hermínio Coelho continua com sua luta, tal qual Dom Quixote, contra os moinhos, representados pelos preços abusivos das contas de água e energia. Ele preside uma comissão especial que está tratando do tema e quer a colaboração dos consumidores. Hermínio está pedindo que aqueles que considerarem suas contas de consumo da Eletrobras Rondônia (Ceron) e da Caerd exageradas, que as levem a ele, para que possa ter subsídios, para uma ampla denúncia. O parlamentar está buscando cópias de contas de fora do Estado, para comparar. Já tem alguns números impressionantes. No Ceará, por exemplo, onde há seca constante e não a abundância de água como Porto Velho e várias cidades rondonienses, as contas são muito menores do que aqui. No caso da Eletrobras, ele resume tudo: “é uma roubalheira!”.

 

 

 

DEMOCRACIA SÓ PRA ELES!

 

O que está acontecendo com a verdadeira democracia? Quem perde no voto, quem sai derrotado dentro da lei e da Constituição, ao invés de respeitar o resultado da vontade da maioria, usa todos os meios e subterfúgios para tentar melar o processo democrático. É uma coisa deprimente, porque os que se dizem defensores da lei e da Constituição – e as conhecem profundamente – são os que mais perderam a vergonha, tentando melar resultados límpidos das urnas. É o que está acontecendo (pasmem!), na Unir. Um pequeno grupo, derrotado e humilhado na última disputa pelo grupo liderado pelo reitor eleito Ari Otto, tenta de tudo, inclusive depois da legítima nomeação, mudar o resultado do jogo. Não é lamentável?

 

 

RACIOCÍNIO CORRETO

 

Policiais civis estão em luta por melhores salários. Nada contra, porque reivindicar aumento de salário é digno e merece respeito. O que se questionou, dias atrás, era uma manifestação programada para a feira Rondônia Rural Show, quando a categoria programara uma série de protestos contra o Governo. Num momento em que a economia está em queda, uma feira como a Rural Show é momento de fazer crescer o agronegócio. O que menos se espera de um evento como esse, é que ele seja perturbado por motivações totalmente fora do contexto. Prova de que esse raciocínio está correto é que a Justiça concedeu liminar ao Governo do Estado, proibindo qualquer manifestação de policiais naquele ambiente, mesmo que silenciosa.

 

TENTATIVA DE INTIMIDAR

 

Na decisão, o magistrado determinou uma multa de 100 mil reais por  hora, ao sindicato, caso a decisão fosse descumprida. Policiais indignados consideraram um abuso a decisão, mas deveriam cumpri-la,  obviamente, até porque são eles os protetores da lei. Um deles, contudo, se arvorou de dono da verdade e ligou para uma emissora de rádio, inventando que esse colunista teria chamado os policiais de baderneiros, quando comentou o assunto no programa Papo de Redação, dos Dinossauros, na Parecis FM. Bobagem pura! Tentou intimidar um jornalista que está na profissão há 45 anos e que, se tivesse medo, teria trocado de trabalho há muito tempo.

 

 

DESTRUINDO TUDO

 

O vandalismo volta a atacar. Canalhas irresponsáveis estão fazendo agora, o mesmo que faziam quando era o SET o responsável pelo consórcio dos ônibus na Capital: praticando atos de vandalismo dentro dos ônibus. A maioria dos coletivos que compõem o sistema de transporte da Capital já não é essa Brastemp (pelo contrário!) e tudo piora ainda quando os celerados atacam os coletivos, rasgam poltronas, riscam, escrevem palavrões, estragam e causam prejuízos a todos. O que não se entende é como esses marginais não são punidos, já que já não é tão difícil descobrir quem são. Espera-se  que todos esses bandidos sejam colocados atrás das grades.

 

 

PERGUNTINHA

 

A Comissão de Direitos Humanos Esquerdista da OEA vai se pronunciar sobre esse ato de terrorismo contra a Fazenda Santa Aline ou só o faz quando os bandidos são corridos à bala?

Banner de Divulgação 3

Sérgio Pires 25/05/2016

ATÉ QUE ENFIM, OS VIADUTOS TÊM CHANCE DE SEREM CONCLUÍDOS!

O senador Valdir Raupp finalmente deu uma sugestão que ele, o Dnit, o governo federal, o Estado e a torcida do Flamengo já deveriam ter dado há muito tempo: entregar ao 5º BEC as obras de conclusão dos viadutos sobre a BR 364, em Porto Velho. Oito anos depois, aqueles arremedos de obras; aquelas construções fantasmagóricas, que ligam nada a lugar nenhum; aquelas porcarias feitas com milhões de reais do dinheiro público jogado no lixo, enfim, terão chance de ficarem prontas, com qualidade, rapidez e sem risco de desvios para a corrupção. O Dnit, órgão (in)competente, responsável pelos viadutos, até agora não conseguiu cumprir nada o que combinou. Causou novamente grande prejuízo a um grupo de empresas, de Rondônia e de outras regiões do país, que formaram um consórcio, ao cancelar novamente a licitação que elas ganharam, porque exigia que os vencedores da concorrência assumissem os riscos de obras não feitas por antecessores, o que é um abuso e um absurdo. As empresas, que jamais viram seus contratos honrados conforme o combinado e que rezam para receber o dinheiro pelo que já fizeram, sofrerão graves perdas. Mas isso o Dnit não quer saber. O lado bom dessa história é a possibilidade do 5º BEC vir a assumir a responsabilidade pelo serviço. Teríamos certeza absoluta de que tudo funcionaria conforme o planejado.

As obras já realizadas pelo Exército, em Rondônia, são sempre de qualidade, rapidamente concluídas e dentro do orçamento. Não há suspeitas de nada e a população é atendida dentro das suas necessidades. Não se entende como essa medida não foi pensada antes, já que os viadutos se tornaram motivo de piada e são a prova concreta (com o perdão do trocadilho!), da incompetência dos gestores públicos.  A pergunta que se faz agora é óbvia: o 5º BEC aceitará assumir esse pepino? Em breve saberemos.

 

 

HERMÍNIO CONTRA OS MOINHOS

O deputado Hermínio Coelho continua com sua luta, tal qual Dom Quixote, contra os moinhos, representados pelos preços abusivos das contas de água e energia. Ele preside uma comissão especial que está tratando do tema e quer a colaboração dos consumidores. Hermínio está pedindo que aqueles que considerarem suas contas de consumo da Eletrobras Rondônia (Ceron) e da Caerd exageradas, que as levem a ele, para que possa ter subsídios, para uma ampla denúncia. O parlamentar está buscando cópias de contas de fora do Estado, para comparar. Já tem alguns números impressionantes. No Ceará, por exemplo, onde há seca constante e não a abundância de água como Porto Velho e várias cidades rondonienses, as contas são muito menores do que aqui. No caso da Eletrobras, ele resume tudo: “é uma roubalheira!”.

 

DEMOCRACIA SÓ PRA ELES!

O que está acontecendo com a verdadeira democracia? Quem perde no voto, quem sai derrotado dentro da lei e da Constituição, ao invés de respeitar o resultado da vontade da maioria, usa todos os meios e subterfúgios para tentar melar o processo democrático. É uma coisa deprimente, porque os que se dizem defensores da lei e da Constituição – e as conhecem profundamente – são os que mais perderam a vergonha, tentando melar resultados límpidos das urnas. É o que está acontecendo (pasmem!), na Unir. Um pequeno grupo, derrotado e humilhado na última disputa pelo grupo liderado pelo reitor eleito Ari Otto, tenta de tudo, inclusive depois da legítima nomeação, mudar o resultado do jogo. Não é lamentável?

 

RACIOCÍNIO CORRETO

Policiais civis estão em luta por melhores salários. Nada contra, porque reivindicar aumento de salário é digno e merece respeito. O que se questionou, dias atrás, era uma manifestação programada para a feira Rondônia Rural Show, quando a categoria programara uma série de protestos contra o Governo. Num momento em que a economia está em queda, uma feira como a Rural Show é momento de fazer crescer o agronegócio. O que menos se espera de um evento como esse, é que ele seja perturbado por motivações totalmente fora do contexto. Prova de que esse raciocínio está correto é que a Justiça concedeu liminar ao Governo do Estado, proibindo qualquer manifestação de policiais naquele ambiente, mesmo que silenciosa.

 

TENTATIVA DE INTIMIDAR

Na decisão, o magistrado determinou uma multa de 100 mil reais por  hora, ao sindicato, caso a decisão fosse descumprida. Policiais indignados consideraram um abuso a decisão, mas deveriam cumpri-la,  obviamente, até porque são eles os protetores da lei. Um deles, contudo, se arvorou de dono da verdade e ligou para uma emissora de rádio, inventando que esse colunista teria chamado os policiais de baderneiros, quando comentou o assunto no programa Papo de Redação, dos Dinossauros, na Parecis FM. Bobagem pura! Tentou intimidar um jornalista que está na profissão há 45 anos e que, se tivesse medo, teria trocado de trabalho há muito tempo.

 

DESTRUINDO TUDO

O vandalismo volta a atacar. Canalhas irresponsáveis estão fazendo agora, o mesmo que faziam quando era o SET o responsável pelo consórcio dos ônibus na Capital: praticando atos de vandalismo dentro dos ônibus. A maioria dos coletivos que compõem o sistema de transporte da Capital já não é essa Brastemp (pelo contrário!) e tudo piora ainda quando os celerados atacam os coletivos, rasgam poltronas, riscam, escrevem palavrões, estragam e causam prejuízos a todos. O que não se entende é como esses marginais não são punidos, já que já não é tão difícil descobrir quem são. Espera-se  que todos esses bandidos sejam colocados atrás das grades.

 

PERGUNTINHA

A Comissão de Direitos Humanos Esquerdista da OEA vai se pronunciar sobre esse ato de terrorismo contra a Fazenda Santa Aline ou só o faz quando os bandidos são corridos à bala?

 

 

 

 

Sérgio Pires 25/05/2016

HÁ ALGUMAS PERGUNTAS QUE NÃO PODEM DEIXAR DE SER FEITAS

Qual será o tratamento que receberá o grupo fortemente armado que invadiu uma fazenda na região de Ji-Paraná;  torturou trabalhadores, queimou motos, tratores e galpões e ainda ameaçou que voltará para matar a todos, caso não saiam da propriedade? Serão tratados como pobres coitados, como faziam o governo bolivariano do PT ou agora a lei vale também para esses terroristas? Mudou o Brasil de verdade ou apenas nos nomes dos seus dirigentes? A essência continuará a mesma e esses bandidos serão tratados apenas como pobres sem terra?

E  o anormal que não permitiu que fosse buscado remédio para o filho de 12 anos do Presidente Temer, será preso? O doente social que disse que muitas crianças estavam doentes nas favelas e não tinham remédio, será tratado como um psicopata ou continuará livre, para continuar cometendo essas barbaridades?

Os meliantes, travestidos de agentes da cultura, que invadiram prédios públicos para exigir que o governo continue enchendo os bolsos dos mesmos de sempre, serão tratados na forma da lei ou apenas como cidadãos que têm o direito de tomar o patrimônio público como se fosse deles? E os 260 milhões que sumiram , serão devolvidos ou ficarão onde estão, em bolsos incertos e não sabidos?

O Supremo, o Congresso e mais de 80 por cento da população brasileira continuarão sendo acusados de golpistas, mesmo tendo usado a Constituição para se livrarem do cancro petista? Os idiotas que ainda falam em golpe, desesperados porque perderam a chave dos cofres públicos, onde mamaram e roubaram durante anos, continuarão falando as mesmas asneiras, sem que ninguém os chamem de satânicos bolivarianos?  Até quando teremos que aguentar essa gente que destruiu nosso país continuar arrotando, como se fossem donos únicos da verdade?

Pois se ninguém diz nada, daqui se diz:  vade retro, representantes do que há de pior na sociedade brasileira!

 

 

PERSEGUINDO IDOSOS

O vereador Macário comprou a briga, na Câmara Municipal, dos vigias que dão apoio a moradores de vários bairros da Capital. No São João Bosco, por exemplo, fiscais da Prefeitura exigem que as guaritas que protegem os trabalhadores, geralmente aposentados ou até pessoas sem renda, que sobrevivem desse tipo de serviço, sejam derrubadas. Parece que a intenção é mesmo deixar os coitados ao relento, sob sol e chuva, com a alegação de que as guaritas estão sob calçadas. Numa das calçadas, onde não passa praticamente ninguém durante o dia, os fiscais não largam os pés dos pobres coitados. Já o centro da cidade está entregue às traças. Lá, não tem fiscal!

 

SOB O DOMÍNIO DO MAL

A bandidagem, o terror, a violência, a impunidade que incentiva o crime, continuam campeando em todo o Brasil e em Rondônia também,. Foram várias mortes nesse final de semana, incluindo três crimes brutais em Porto Velho e outros três em Ji-Paraná. Um pequeno lenitivo foi que quatro assaltantes foram mandados para o inferno, depois de ataques na Capital. Um deles por um motoqueiro não identificado e outros três por PMs, quando tentavam matar os policiais. Ou o Congresso se mexe e muda com urgência a atual legislação que protege criminosos e assassinos cruéis ou não haverá mais saída para a violência no nosso país. O mal está tomando conta.

 

JÁ FOI TARDE!

Caiu fora (ou foi caído), o agora ex ministro Romero Juca. Tem cara de chefe mafioso (só a cara!), metido a todo poderoso, cercado de gente suspeita, inclusive em sua própria casa, no  Amapá. Jamais deveria ter sido convidado para compor o governo Temer. É uma das figuras sinistras da política, de quem o Brasil precisa se livrar, junto com Lula, Dilma, Renan Calheiros, Eduardo Cunha e outros assemelhados. Quando esse tipo de gente for defenestrada da vida pública brasileira (junto com mais uns 500 do tipo deles), quem sabem nosso país comece realmente a ser gerido por lideranças decentes? Espera-se que Michel Temer não volte a cometer uma besteira dessas, valorizando um político que já deveria ter sido aposentado pelos eleitores há muitos anos...

 

CADÊ AS PLACAS?

Há sim, um mal estar... Setores do governo do Estado andam chiando, pelo desaparecimento das placas do DER, anunciando obras em vários bairros de Porto Velho. Diariamente, o diretor geral do órgão, Ezequiel Neiva, recebe comunicados de servidores, que trabalham nos serviços do governo, de que as placas que avisam a população de que aquela obra é estadual, foram arrancadas. Claro que a suspeita recai sobre alguém a mando da Prefeitura, para que os moradores imaginem  que o trabalho é da administração municipal. A Prefeitura, é claro, nega com veemência. O assunto já chegou ao governador Confúcio Moura, que não teria ficado  nada satisfeito com a história. Várias obras que estão em andamento em Porto Velho, são sim do DER.

 

“SE FOR CONVIDADO!”...

Por falar em Confúcio Moura, ele diz que só participará das campanhas municipais, caso seja chamado. Perguntado sobre sua eventual presença em palanques de candidatos ligados ao seu partido ou às coligações com os peemedebistas, ele afirmou que irá onde for convocado. E acrescentou, com bom humor: “Quando o governador está em baixa, ninguém quer seu apoio. Quando ele está em alta, então é chamado!”. No caso dele, sem dúvida poderá ajudar bastante os candidatos que apoiar publicamente, já que, ao menos até agora, sua aprovação no segundo mandato tem superado os 70 por cento, segundo as pesquisas realizadas. Se estiver no mesmo patamar no período da campanha, Confúcio ficará com a agenda superlotada.

 

PERGUNTINHA

Você aí, artista rondoniense, já conseguiu algum tipo de apoio do Ministério da Cultura, feudo apenas de petistas e seus aliados, para algum dos seus projetos?

 

 

 

 

Banner de Divulgação 5

Sérgio Pires 23/05/2016

SANTO ANTONIO, MARCO VITAL PARA A HISTÓRIA DE RONDÔNIA

Rondônia teve várias fases históricas. A da Estrada Madeira Mamoré. Depois do início da colonização. O crescimento de Porto Velho e a corrida do ouro. A expansão do Estado, no início dos anos 70 e até o da década de 80. Teve Jorge Teixeira; as emancipações, que transformaram apenas três cidades em 52 municípios. E teve, mais recentemente, outro divisor de águas: a construção das hidrelétricas do rio Madeira. Sem dúvida, entre as duas, a mais importante para a coletividade estadual e regional foi a de Santo Antonio, por sua integração com os rondonienses, pelos pesados investimentos feitos em todas as áreas; pelo grande volume de recursos despendidos para as compensações. Agora, a Santo Antonio dá outro grande passo: destina seis das suas 50 turbinas para resolver de vez a questão da falta de energia tanto em Rondônia como no Acre. Dias atrás, num encontro na Fiero, os diretores do consórcio apresentaram todo o programa, que abastecerá cerca de 40 por cento de todo o consumo de acrianos e rondonienses. A energia produzida em Santo Antonio percorrerá 20 quilômetros, através de uma linha de transmissão, implantada pela própria hidrelétrica, até a subestação de Porto Velho, da Eletronorte. A partir daí, a energia será distribuída para os dois Estados. Falta muito pouco para que o novo sistema comece a funcionar, resolvendo, de uma vez por todas, os graves problemas que afetam durante anos, o sistema de energia na região.

Mesmo com todos os problemas, mesmo com a crise econômica que o país enfrenta e que afetou profundamente o setor de geração de energia (o governo petista causou sérios danos às finanças das empresas, mantendo preços fictícios para ganhar a eleição, esquecendo-se que isso poderia quebrar o sistema nacional), as hidrelétricas têm ajudado muito o país. E a Santo Antonio tem sido o melhor dos exemplos. Visa lucro e crescimento, mas nunca se esquece da população a que serve. Merece elogios!

 

 

 

AJUDANTES DOS MORADORES

Em vários bairros da Capital, principalmente em bairros da classe média, a insegurança é total, como o é em toda a cidade. Moradores desses locais, quando não vivem em condomínios fechados, recorrem a vigias particulares há mais de uma década. No geral são pessoas de idade mais avançada, aposentados, que não tem poder de enfrentar a bandidagem, mas podem muito bem ajudar, chamando a polícia para resolver algum problema mais sério. No bairro São João Bosco, por exemplo, há um rodízio de vigias, na região próxima ao Colégio Objetivo, o que já ajudou muito aos moradores, muitos dos quais passam o dia fora de casa, trabalhando. Mas daí...

 

ENCHEÇÃO DE SACO

...Daí, a Prefeitrura de Porto Veljho, que quase nada faz pelo bairro, decidiu encher o saco dos moradores e dos que ajudam na segurança. Fiscais, que nunca foram ao bairro para perguntar sobre as  necessidades da população, agora querem que os amigos dos moradores, que ajudam a cuidar das casas, destruam as pequenas guaritas, que ficam em áreas de calçadas, onde não há circulação alguma de pessoas. Sem perguntar aos moradores o que eles acham disso, os  fiscais exigindo isso e aquilo e mandam derrubar as guaritas. Preferem que os trabalhadores fiquem ao relento, adoeçam e sofram, amparados em que leis? Enquanto isso, no centro da cidade, não há fiscalização alguma. É terra de ninguém. Inacreditável!

 

REMÉDIO MILAGROSO

Michel Temer se acovardou e ignorou a grande maioria dos brasileiros, recriando o Ministério da Cultura, feudo de meia dúzia de artistas ligados ao governo do PT. Mas os caminhoneiros brasileiros têm coragem e mostram isso, porque já não suportam mais o desgoverno, o desmando, o tratamento desigual perante as leis. E começam a reagir ao fechamento das rodovias, que tem lhes causado enormes prejuízos. Na cidade de Caçapava do Sul, meia dúzia de débeis mentais, dizendo-se representantes de estudantes e movimentos sociais gaúchos fecharam a BR 392 e se deram mal. Os caminheiros deixaram seus caminhões e baixaram o cacete nos vagabundos. Em cinco minutos a rodovia estava livre...

 

VISITA HISTÓRICA

Nessa segunda, chegou em Rolim de Moura – e depois visita outras regiões do Estado – a Comissão Europeia que vem analisar a qualidade da nossa carne e decidir se abre mesmo o mercado de pelo menos 65 países para nosso produto. Hoje, exportamos a chamada “carne verde”, ou seja, do gado criado apenas no pasto, sem alimentação de qualquer produto químico, para cerca de 30 países. Caso a visita da representação europeia seja concluída em êxito, depois de todas as análises que o grupo fará, Rondônia poderá dar um salto histórico em suas negociações com o exterior. Membros do Ministério da Agricultura, do governo do Estado e vários órgãos estão acompanhando a visita de perto. Torçamos, pois, para que dê tudo certo.

 

MAIS DE 1 BI EM NEGÓCIOS

Abre nessa terça a quinta edição da Rondônia Rural Show. Um espetáculo que resume bem a grandeza do agronegócio do nosso Estado, que lidera a produção na região norte. Depois dos quase 700 milhões em negócios realizados no ano passado, a previsão, mesmo em tempos de crise da economia nacional, é que a feira em Ji-Paraná consiga bater o recorde e chegar a 1 bilhão em financiamentos. Representantes de 15 países estarão na feira, que terá várias atrações, incluindo shows com apresentação da moda produzida em Rondônia. Um grande vento, para um grande setor!

 

PERGUNTINHA

Depois de ficar com medo de meia dúzia de gatos pingados da esquerda ululante, em que outra situação o presidente Michel Temer vai se acovardar e mudar de opinião, para não enfrentar a minoria de adversários do PT?

 

 

 

 

 

Banner de Divulgação 6

Sérgio Pires 22/05/2016

MICHEL TEMER SE ACOVARDOU. E ISSO VAI LHE CUSTAR CARO!

A covardia tem seu preço. O ato do presidente interino Michel Temer, em recriar o Ministério da Cultura, que dá guarida e investe milhões em apenas alguns apaniguados, certamente lhe custará caro. Ao detectar o medo do novo mandatário do país em aceitar a pressão de alguns poucos, agora é que Temer vai ver o que é bom pra tosse. O movimento de alguns artistas, contra o fim do Minc, teve dois aspectos básicos. O primeiro, é a pressão dos beneficiados com o grosso da grana (a família Buarque de Holanda, a família Veloso, as cantoras baianas, alguns poucos atores e atrizes da Globo), que não querem perder a boquinha. A outra é da ampla minoria esquerdista, que mantém ocupações em prédios públicos, de onde já deveria ter sido retirada, caso as leis valessem para todos, porque “não reconhecem o governo Temer”. Ou seja, na essência, essa minoria de ditadores ideológicos quer o novo governo de joelhos, a tal ponto que ele acabe recuando a cada ação dessa meia dúzia, em detrimento dos interesses maiores da Nação, até que o espírito bolivariano comece de novo a mandar no País.

É mais que lamentável o recuo de Michel Temer. Não só pela demonstração de fraqueza, de medo, num ato que vai lhe custar muito, daqui para a frente, mas, principalmente, por não dar ouvidos à maioria. Centenas de artistas poetas, escritores, não geridos pela ideologia  petista, deixaram claro que a existência do Minc, para eles, não muda em nada, já que todas as verbas servem apenas a alguns poucos. Milhões de brasileiros estavam vibrando com o fim desse nicho de vantagens para artistas que ajudaram esse governo do PT, que destruiu o País, porque só pensam em seus bolsos e se lixam para seu povo e seu país. Por isso defendem a democracia, mas a só a democracia deles. A que enchem os bolsos deles. Pobre Michel Temer. Vai ver quanto pode custar um ato de covardia. Lamentável!

 

 

 

BANHO DE SANGUE

Em apenas cinco meses, neste ano, já foram registrados 94 assassinatos na região do Vale do Jamari. Ariquemes e região se tornaram a área mais violenta do Estado. Guerra pelo tráfico; briga entre bandidos; morte de invasores de fazendas, por pistoleiros e de fazendeiros e trabalhadores das propriedades, por sem terra, tudo isso vem colocando toda a área  como um vulcão em constante erupção. Foram quase 19 assassinatos por mês, mais que um a cada dois dias. Some-se a isso mais 1.240 roubos e assaltos registrados e se tem noção real do que está acontecendo. É vital a presença da polícia, cada vez em maior número. Sem isso, a insegurança pública só vai aumentar.

 

CIDADES E DISTRITOS

A prevenção ao crime, na região de Ariquemes e de todo o Jamari, é feito por apenas 337 PMs. Além da principal cidade da área, também estão no contexto da atuação do sétimo batalhão, nada menos do que outras seis cidades: Alto Paraíso, Rio Crespo, Cujubim, Buritis, Cacaulândia e Campo Novo. Acrescente-se ainda os distritos de Bom Futuro, Rio Pardo e Jacinópolis, todos distantes e onde também a criminalidade tem crescido assustadoramente. Com a formatura de mais uma turma de policiais, nesta semana que termina, as comunidades daquela região estão torcendo para que o comando da instituição designe mais PMs para lá. Não há outra forma de inibir o crime, que está aumentando assustadoramente.

 

DUAS MUDANÇAS

O governador Confúcio Moura terá que mexer, em breve, em pelo menos duas secretarias. A mais importante delas será a da Saúde, onde Williames Pimentel deixa o cargo para concorrer à Prefeitura de Porto Velho, pelo PMDB. Já a pasta da cultura também terá novo comandante, tão logo se confirmem as atuais pré candidaturas. Rodinei Paz, o atual secretário, vai concorrer em Rolim de Moura. Terá o apoio de três pesos pesados da política rondoniense: o próprio Confúcio Moura, o senador Valdir Raupp e o presidente da Assembleia e virtual candidato ao Governo em 2018, Maurão de Carvalho. Em breve, se saberá se Confúcio terá que fazer mais mudanças em sua equipe ou não. 

 

CENTRO DE ROLOS

A Sedam tem sido alvo de duras críticas da classe política, há muito tempo. Recentemente, pela ineficácia e demora na liberação de projetos para o Estado. Há mais tempo, por causa de rolos com servidores. O Tribunal de Justiça do Estado publicou, semana passada, decisão em que condena onze ex servidores do órgão a multas e outras penas, pela fraude relacionada com falsificação de diários. Mais de 130 mil reais deverão que ser devolvidos aos cofres públicos. O esquema era tão complexo, que incluía até a falsificação de assinaturas de autoridades, para que funcionários da Sedam recebessem diárias por viagens que nunca fizeram. Os nomes dos condenados estão no site do TJ.

 

DE OLHO NO FUTURO

Nesta segunda, nove da manhã, será lançada oficialmente, um projeto entre os mais importantes da recente história rondoniense, pela Federação das Indústrias, a Fiero, O presidente Marcelo Thomé e toda a sua diretoria, decidiram que é hora de tratar com profundidade da educação em Rondônia, o único caminho para que tenhamos um futuro muito melhor e com mais perspectivas de crescimento. Todos os detalhes da ideia, trazida de Santa Catarina, onde tem sido um sucesso, serão anunciados nesta manhã, durante evento no Teatro Palácio das Artes. Entre os convidados que já garantiram presença, o governador Confúcio Moura e o presidente da Assembleia, Maurão de Carvalho.

 

PERGUNTINHA

Será que a Comissão de Direitos Humanos da OAB vai interferir na política interna da Venezuela, Cuba, Bolívia e outros países, como têm feito constantemente, dando pitaco e ordens para o governo brasileiro?

 

 

 

Banner de Divulgação 7

Sérgio Pires 21/05/2016

AS PESSOAS DE BEM COMEMORAM. JÁ OS DEFENSORES DOS BANDIDOS...

Que não olhem essas fotos os defensores dos criminosos. Que se benzam, ao ver essas imagens, aqueles que vivem em função da defesa dos direitos dos bandidos e nunca de suas vítimas. Que destilem ódio e ojeriza os que vivem vampirizando a sociedade, matando inocentes, atacando crianças, estuprando, cometendo os crimes mais cruéis, sob a complacência de leis vergonhosas, feitas para destruir as pessoas trabalhadores, as decentes, as que representam o bem. Nessa semana, Rondônia ganhou mais um grande contingente de policiais. Esses que protegem a sociedade, mas vivem sob as críticas de uma minoria, que quer que os bandidos continuem nas ruas e o crime continue à solta. Desses – incluindo aí jornalistas da grande mídia – que querem criminalizar as ações policiais, certamente imaginando que quando os bandidos forem invadir suas casas e destruir suas famílias, os tratarão de forma diferente, porque esses panacas defendem os direitos do crime. Quando mais 420 policiais militares estiveram policiando as ruas, o cidadão de bem, o trabalhador, a vítima das crueldades e da ode ao crime, esses aplaudirão. Se sentirão seguros, saberão que estão protegidos. Alguns desses novos PMs poderão até cometer erros, crimes e envergonhar as farda? Podem sim. Mas serão tratados como criminosos, não policiais. E serão punidos. Ao contrário da bandidagem, que mesmo com enormes fichas criminais, entram por uma porta e saem por outra, nas delegacias.

Rondônia é uma terra diferenciada. Enquanto a maioria das regiões do Estado reza para não quebrar, por aqui o Governo (que merece todos os elogios, sim!), está contratando. E contratando policiais, para tentar diminuir a violência que nos assola. Viva a segurança pública! E que se danem e vão para os quintos dos infernos  esses amigos dos vagabundos, que se sentem incomodados quando a PM está nas ruas!

 

 

 

NÃO VALE UMA CPI?

Alguém aí tem explicação para que o preço da gasolina tivesse aumentado 9,2 por cento em um ano, em Rondônia? Ora, se o preço do petróleo teve uma queda brutal no mundo todo, porque tal diminuição não chegou ao consumidor? Será que não está na hora da Assembleia Legislativa fazer como fez com os frigoríficos: criar uma CPI para investigar as denúncias de cartel nos postos de combustíveis, principalmente na Capital? O rondoniense fica sem saber o que está acontecendo, já que por aqui os reajustes são constantes, praticamente todos os meses, enquanto o preço mundial desaba. Teremos todos nós caras de otários? Parece que sim...

 

ATAQUES À CRIANÇAS

São 52 casos em Vilhena em Chupinguaia. Mais 53 em Ji-Paraná.  Perto de uma centena em Porto Velho. Os números continuam crescendo na maioria das cidades e deixam as comunidades assustadas. Referem-se a casos de abusos sexuais contra crianças e adolescentes. Na maioria das vezes, os ataques acontecem dentro de casa e são feitos por alguém muito próximo. Trágico, lamentável e horroroso. Gente envolvida com esse tipo de crime, deveria receber penas duríssimas de prisão. Campanhas nacionais, que repercutem por aqui, não têm conseguido conter a verdadeira praga do ataque sexual a crianças. Há que se tomar medidas muito mais drásticas, porque só com conversa e frases bonitas não se resolve uma coisa tão terrível quanto essa.

 

AMOR E ABRAÇO

Um conhecido publicitário comentou que em todas as campanhas políticas, os slogans pobres e óbvios se repetem. Um deles é o “Amor Por Minha Cidade”. Repetido dezenas de vezes, é bom avisar aos fãs da mesmice: nunca ninguém se elegeu (ao menos no caso de Porto Velho), usando essa frase, que seria ótima, fosse dita por um cidadão comum, mas que na boca de candidatos soa falsa. Outro é vamos abraçar isso ou aquilo!”, criando um factoide que, muitas vezes, pode ter conotação eleitoreira. Também parece falsidade que o eleitor, cada vez menos otário,  para essas mesmices. É bom começar a usar a criatividade. Senão...

 

“PRIORIDADE É A NOSSA GRANA!”

Onze milhões e meio de desempregados. Mas para os amiguinhos das verbas públicas, meia dúzia de apaniguados, o vital para o país é se manter o Ministério da Cultura, com seu cabide de empregos. Mais de 110 mil empresas de portas fechadas. Mas isso não quer dizer nada. O importante é manter o dinheirinho do Ministério da Cultura, dividido entre os mesmos de sempre. A saúde pública apodrece. O país perdeu 24 mil leitos hospitalares nos últimos anos e os doentes são jogados em corredores. Ah!, mas isso não tem problema. A gente dá um jeito, Porque o importante mesmo é manter uma graninha no bolso dos petistas de carteiras, amigos da querida Presidente Dilma, que sempre os prestigiou e sempre lhes deu uma graninha. Não fosse o Ministério da Cultura, o Brasil estaria quebrado. Não dá nojo?

 

FIERO E O FUTURO

O presidente da Fiero, Marcelo Thomé, é o entrevistado do programa DIRETO AO PONTO deste sábado. na SICTV, em rede estadual, a partir das 13h15 da tarde. Na entrevista exclusiva a Sérgio Pires, ele fala sobre o que o empresariado espera do novo governo e a situação crítica da economia nacional. Uma nova iniciativa da Fiero, para que a educação rondoniense dê um salto em todos os sentidos e prepare muito melhor nossos jovens para o futuro, é um novo programa que será lançado na próxima semana. Esses e muitos outros assuntos estarão no bate papo, em rede estadual, para todas as emissoras afiliadas à SICTV/Record.

 

PERGUNTINHA

Alguém entendeu o documento emitido pelo PT, voltando à teorias do século passado, defendendo o comunismo e não citando qualquer crítica à corrupção e roubalheira que grassou durante os dois mandatos do governo do partido?

 

 

 

 

Banner de Divulgação 8

Sérgio Pires 21/05/2016

RONDÔNIA RURAL SHOW: MAIS DE 1 BILHÃO PARA INVESTIR NO AGRONEGÓCIO

Não fosse o agronegócio, Rondônia, nesse momento, certamente estaria de pires na mão, correndo atrás, com riscos de salários do funcionalismo e pagamentos de fornecedores atrasados, como está acontecendo com vários Estados brasileiros. Claro que há também o mérito do governador Confúcio Moura, que apertou os cintos e equilibrou as finanças, mas caso não houvesse o bom momento do setor primário, onde estaríamos? O momento é de cintos apertados, muitos cuidados, criatividade e coragem. Temos tudo isso por aqui. Prova é que vamos realizar uma grande feira de negócios – a quinta edição da Rondônia Rural Show  - num momento em que a economia está indo ladeira abaixo. E por que fazer a feita, mesmo agora? Por várias razões, mas principalmente porque tudo o que fomenta o agronegócio é vital para manter nossa economia equilibrada. Não é à toa que continuamos crescendo, enquanto o PIB nacional é negativo. Além disso, ao promovermos um evento desse porte, as instituições financeiras querem estar junto. Prova disso é que teremos cerca de 1 bilhão de reais do sistema bancário, para financiar as compras de máquinas, implementos, equipamentos e tecnologia, que serão expostos em Ji-Paraná, a partir do meio da semana que vem.

Se os negócios chegaram mesmo a 1 bi, cresceremos mais de 40 por cento em relação ao que foi fechado no ano de 2015. Um número impressionante, para um momento nacional de recessão. Rondônia começa a se destacar cada vez mais no cenário nacional. Já exporta sua carne para quase 30 países; quer exportar para mais 60 da União Europeia e tem 80 por cento da sua produção em pequenas e médias propriedades.  Na área do agronegócio, já chegamos ao futuro!

 

 

MARCELO THOMÉ

O presidente da Fiero, Marcelo Thomé, é o entrevistado do programa DIRETO AO PONTO deste sábado. na SICTV, em rede estadual, a partir das 13h15 da tarde. Na entrevista exclusiva a Sérgio Pires, ele fala sobre o que o empresariado espera do novo governo; a situação crítica da economia nacional e a esperança de que ela melhore. Uma nova iniciativa da Fiero, para que a educação rondoniense dê um salto em todos os sentidos e prepare muito melhor nossos jovens para o futuro, é um novo programa que será lançado na próxima semana. Esses e muitos outros assuntos estarão no bate papo, em rede estadual, para todas as emissoras afiliadas à SICTV/Record.

 

A TOCHA E O ARRAIAL

Dois importantes eventos estão marcados para o mesmo dia – 22 de junho – em Porto Velho. De manhã, deve chegar por aqui a Tocha Olímpica, que está percorrendo grande número de cidades e todas as Capitais do país. À noite, haverá a abertura oficial do Arraial Flor do Maracujá, no Parque dos Tanques. A Tocha está programada para ficar à noite na praça das Caixas D´Água, em exposição. Ora, a multidão vai estar é no local do Arraial. Não seria mais lógico levar o símbolo olímpico para lá, para que a população pudesse vê-la?  Quase não há grandes eventos por aqui, e quando os há, cada promotor leva sua atração para um lado. Será que seria ofensa dizer que é uma burrice?

 

SÓ PROBLEMAS NA BR

Oficinas mecânicas próximas á BR 364, no trecho da BR 364 próximo aos viadutos, não podem se queixar: estão faturando alto. Com buraqueira na pista e nas vias laterais, pelo trânsito pesado, os carros menores acabam tendo sérios problemas. Não só mecânicos, como também na estrutura da suspensão. Afora isso, tem mais: a sujeira tomou conta do canteiro central, que não é limpo há meses. Tem coisa pior? Tem sim! Quem precisa andar pelos lados da BR à noite, tem que enfrentar uma escuridão sem fim. Iluminação por lá não existe há muito tempo.

 

O OBSTÁCULO DE GLAUCIONE  

A candidatura da deputada Glaucione Rodrigues, para a Prefeitura de Cacoal, corre risco. Ela saiu do PSDC em conflito com a direção do partido. Entrou para o PMDB. Agora, há uma questão legal que poderá prejudicá-la. O estatuto do partido afirmava que só poderia ser candidato pela sigla quem estivesse nela há mais de um ano. Houve uma correção posterior, mas que não passou pela convenção. Será um assunto extremamente complexo e que pode prejudicar o sonho de Glaucione, o nome mais forte para substituir o Padre Franco em Cacoal. Se a eleição fosse hoje e ela fosse candidata, não teria pra ninguém! O que se ouve é que se tiver que retornar ao PSDC, para poder concorrer, Glaucione vai encontrar obstáculos pesadíssimos. Esperemos para ver...

 

A VOLTA DA CPMF

O empresariado brasileiro, ainda na euforia com a queda de dona Dilma, que estava destruindo a economia do país, logo logo vai voltar à realidade.A volta da CPMF é questão de dias, embora o novo governo afirme que ainda está estudando o assunto. Na verdade, não há outra saída. Os petistas e seus aliados destruíram o país de tal forma que somente com muito mais sacrifícios é que poderemos sair dessa crise tenebrosa. O imposto sobre o cheque será cobrado provavelmente a partir do segundo semestre, mesmo com todos os desmentidos e protestos do empresariado brasileiro. A Fiesp e Fierj, já se declaram contrárias. A Federação das Indústrias de Rondônia, que apoiou Temer desde o primeiro momento, certamente também não vai topar mais um imposto....

 

PERGUNTINHA

Quando começarão de verdade as movimentações para a eleição municipal em todo o país, que até agora não mexeu praticamente com nada em todas as comunidades?

 

 

 

 

Banner de Divulgação 9

Sérgio Pires 21/05/2016

CPI CONFIRMOU CARTEL DO BOI. AGORA, É HORA DE COMBATÊ-LO

A CPI dos Frigoríficos terminou na Assembleia Legislativa, com uma das conclusões que já se sabia: há sim um cartel que domina o setor, comandado pelo poderoso Friboi. A empresa, que veio para Rondônia com benefícios fiscais de até 85 por cento nos impostos, acabou tomando conta do mercado, fechando os pequenos concorrentes (que trabalham sem qualquer isenção) e impondo um preço ridículo para a arroba do boi. Os produtores, desesperados, recebiam quase 30 reais a menos pela arroba do que o próprio Friboi paga em outras regiões do país, onde, aliás, não têm os benefícios que recebe aqui.  Outro resultado imediato da pressão, com a ação dos deputados, foi destacada pelo presidente Maurão de Carvalho, ao elogiar o trabalho da CPI e suas conclusões: o preço da arroba já subiu quase 10 reais, nas últimas semanas. Ainda está longe do justo, mas já é um avanço concreto. Maurão elogiou os parlamentares da CPI com razão. Eles trabalharam bastante e rápido, dando uma resposta c´lere ao setor produtivo, onde Rondônia tem hoje mais de 13 milhões e meio da cabeças de gado e fornece uma carne de altíssima qualidade. Exportada, aliás, para quase 30 países e com chance de triplicar sua presença no mercado internacional, caso feche nesse mês acordo com a União Europeia.

O que o Governo do Estado e o Parlamento têm que fazer, a partir de agora, é continuar a pressão. E não só ameaçar, como também tomar medidas práticas para fazer com que os frigoríficos poderosos, que recebem tantos incentivos fiscais, fiquem por aqui como parceiros e não como exploradores da nossa produção de carne. O recado já foi dado. Se não houver um recuo desses gigantes que vivem em mercados fechados, à base de cartéis, eles que vão procurar outra freguesia. Nossa carne é ótima e nossa produção de qualidade, para ficarmos nas mãos de meia dúzia de pessoas que só querem lucrar e lucrar, esquecendo a função social de suas empresas.

 

 

 QUANDO A LEI SERÁ CUMPRIDA?

Começou a baderna, oficialmente. Ou as autoridades reagem à altura ou perderão o controle da situação. Mais de 500 membros do MST (insuflados por líderes, os vagabundos de sempre), atacaram a polícia, durante reintegração de posse de uma fazenda em Santa Terezinha do Itaipu, no Paraná. Além disso, fecharam a BR  277, impedindo o ir e vir de quem nada tem a ver com a esculhambação. Os líderes do movimento dizem que a fazenda pertence a dois empresários citados na Operação Lava Jato. Não falaram em invadir a casa de nenhum petista, inclusive os já condenados e presos na mesma operação. As autoridades vão reagir ou deixar essa gente colocar fogo no Brasil?

 

ZONA LESTE ABANDONADA

Onde anda a segurança pública? Moradores da zona leste da Capital andam desesperados com a violência sem fim, que tomou conta de vários bairros. Na semana passada, nada menos do que cinco assassinatos foram registrados. Mas no bairro Mariana, o problema maior são os constantes roubos. Hã casas arrombadas várias vezes,. Numa delas, a família voltou à noite e encontrou a casa totalmente vazia. Durante o dia, ladrões encostaram um caminhão e levaram toda a mobília, além de eletrodomésticos e roupas. Levaram tudo.  Ruas em péssimas condições, falta de iluminação pública e violência extrema apavoram a gente pobre da zona leste da Capital. Pedir socorro a quem?

 

HERMÍNIO FALA CLARO!

Ah, o deputado Hermínio Coelho! Esse não tem papas na língua. Ao discursar  essa semana na Assembleia, ele criticou duramente as altas contas cobradas pela Eletrlobras, mas também pela Caerd. E falou do seu jeito: “em Rondônia existem vários tipos de assaltantes e ladrões. No entanto nenhum destes assaltantes e ladrões se iguala em periculosidade à Eletrobras e à Caerd”.  Ainda segundo o parlamentar, “ninguém mais aguenta pagar uma conta com valores astronômicos, pois uma simples casa em um conjunto habitacional, com apenas dois ares-condicionados funcionando, tem que pagar  até 1.500 de tarifa da energia”. Sobrou no mesmo tom para a Caerd. Hermínio fala as coisas com todas as letras....

 

O QUARTO SENADOR

Rondônia tem mais um senador, desde o início da semana, além de Ivo Cassol, Valdir Raupp e Acir Gurgacz. Trata-se do filho de Guajará Mirim, José Aníbal, que assumiu a cadeira de José Serra, agora ministro no governo Michel Temer. Eleito por São Paulo, onde vive desde criança, o tucano José Aníbal nasceu em Guajará, então Território Federal, há 69 anos atrás. Um dos expoentes do PSDB, Aníbal já cumpriu vários mandatos como deputado federal, mas é a primeira vez que assume o Senado. Ou seja, teremos mais uma voz, agora de um filho legítimo de Rondônia, no Congresso Nacional. Os outros três senadores nasceram em outros Estados.

 

MARIANA E O DESTAQUE

Mariana Carvalho anda comemorando. Foi escolhida pelo Instituto Atlas Político, bastante respeitado entre os que avaliam o trabalho dos parlamentares brasileiros, como a deputada mais atuante de Rondônia e a 32ª entre todos os 513 deputados federais. O destaque da jovem parlamentar de Rondônia, para seu partido local, é uma faca de dois gumes. De um lado, o PSDB comemora a honraria. De outro, sabe que tal distinção afasta cada vez mais Mariana Carvalho de uma participação na eleição municipal. Ela já avisou, internamente aos membros do tucanato local, que não concorrerá à Prefeitura da Capital.

 

PERGUNTINHA

 Responda sem rir: você aí está assustado pelo fato dos governos da Venezuela e de São Domingos terem considerado o impeachment de Dona Dilma como golpe e retirado seus embaixadores do Brasil, como protesto?

 

 

 

 

Banner de Divulgação 10

Sérgio Pires 17/05/2016

CÔMICO E LAMENTÁVEL: O ATAQUE DOS OITO MASCARADOS AO PMDB

As cenas são ridículas. Cômicas, se vistas com um pouco de humor. Apenas nove pessoas – homens e mulheres – com uma máscara branca sobre o rosto (já que estavam praticando um crime e, é claro, criminoso tem que se esconder), picharam o prédio da sede do PMDB, em Porto Velho, na madrugada. O ridículo ficou pior: o grupelho levou um fotógrafo, o único que não estava mascarado, para registrar a ação.  Entre os celerados, alguns já foram reconhecidos. Um inclusive, por ser figura carimbada e também por estar na folha de pagamento de uma ONG, onde recebia, até há pouco, mais de 10 mil reais por mês. Figuras tristes, se as cenas dantescas forem olhadas com algum sentimento de pena. Alguns poucos gatos pingados, uns  desesperados por perderem a boquinha; outros por idiotas mesmo. Foram todos filmados pelas câmeras de segurança. Não será difícil detectar os panacas. Estarão, como tantos outros,  assim, desesperados, por perderem o dinheirinho que, na maioria dos casos, nunca fizeram jus? Muitos dos que hoje protestam receberam durante anos verbas públicas, dinheiro de ONGs e, é claro, são socialistas do ar condicionado, do caviar, do camarão, do uísque importado. Pobre só serve como massa de manobra, porque eles, os graduados, têm que ter uma vida nobre e opulenta. Não parecem os coxinhas que eles tanto xingam?

O ridículo do que está acontecendo no país é mais lamentável do que qualquer outra coisa. Uma Presidente afastada, vivendo do dinheiro público e emitindo notas espúrias, tentando desautorizar o governo legitimamente colocado no poder, respeitados todos os quesitos da Constituição. Uma minoria de celerados e doentes sociais ignorando o desespero do País em sair do abismo, que eles nos puseram. E alguns malucos mascarados pichando prédios públicos. Cômico ou trágico? A culpa é do eleitorado, que colocou essa gente no poder. Bem feito!

 

 

 

“IMBROGLIO SATÂNICO

Numa entrevista que  concedeu à jornalista Renata Beccaria, da SICTV, o governador Confúcio Moura usou o termo “imbroglio satânico”, para definir o que está acontecendo com a obra do Espaço Alternativo.  Criticou duramente as constantes intervenções de várias entidades e instituições no trabalho e disse que a obra já poderia estar pronta há muito tempo, se não tivesse sido interrompida tantas vezes. Sobre o Espaço Alternativo e outras obras paradas, como o Pronto Socorro de Porto Velho, o Governador também criticou “a burocracia é asfixiante. Não tem alma e nem coração. A velocidade da burocracia não é a velocidade do mandato. A gente tem um pressa, uma vontade imensa de fazer, mas a burocracia conspira para não fazer”.

 

COERÊNCIA NO SENADO

A bancada federal de Rondônia mantém-se coerente. Votou em peso pelo impeachment de Dilma Rousseff e está apoiando o novo governo interino de Michel Temer. No Senado, Raupp é parceiro de primeira hora, inclusive tendo sido presidente nacional do PMDB durante longo tempo, enquanto Temer fazia campanha política. Ivo Cassol é grato à Presidente Dilma, mas viu que com ela, o país caminharia para o precipício. O mesmo pode-se dizer de Acir, ele sim, que votou inclusive contra a orientação do seu partido – pode acabar até punido por isso -, mas seguiu a orientação do seu eleitorado. Se tivesse ficado ao lado de Dilma, teria, certamente, muitos problemas em sua ascendente carreira política, daqui para a frente.

 

AO LADO DE TEMER

Na Câmara não tem sido diferente. Os oito deputados estão apoiando o novo governo. Os oito parlamentares, que também votaram todos contra Dilma, divulgam em suas bases que vão estar ao lado do novo Presidente. Não se sabe até quando, porque se o que ele fizer não der certo....Marinha Raupp tem uma ligação mjuito próxima a Michel Temer. Dos novos parlamentares, o que se aproximou primeiro do novo Presidente foi Lúcio Mosquini. Mas todos os demais estão na base governista. Alguns, aliás, construíram suas carreiras políticas trocando de lado e dançando conforme a música...

 

LETÍCIA E A MÚSICA

Faltaram alguns nomes entre os mais beneficiados pelo Ministério da Cultura, transformado num braço financeiro e amigão, mas apenas de um pequeno grupo de artistas, que apoiam a volta do petismo e da Presidente afastada. Caetano Veloso e Gilberto Gil são dois deles, por motivos óbvios. Ivan Lins é outro: recebeu uma bolada para seus shows. E Letícia Sabatela, aquela que foi até o Papa, para denunciar o “golpe”? Fácil de explicar. A atriz tentou uma carreira como cantora. Ninguém acreditou. Mesmo com o Ministério da Cultura, cheio de amigos da dona Letícia, ela, claro, não decolou. Mas colocou no bolso 1 milhão e meio de reais, para ser “cantora”! Não é uma vergonha?

 

LOTERIA DA VIDA

Não está fácil a vida das grávidas, principalmente depois do advento do zika vírus. Todas correm o risco de estarem gerando bebês com deformação cerebral e o período da espera é muito mais angustiante que o normal. Em Rondônia, por exemplo, já estão confirmados 41 casos de contaminação de futuras mamães. Todas desesperadas, concorrendo à loteria da vida, já que alguns crianças nascerão com deficientes e outras não, A ciência e a medicina ainda não sabem explicar porque isso ocorre. Há ainda mais de três dezenas de casos suspeitos. Uma tristeza, num período em que as mulheres deveriam viver alguns dos dias mais felizes de suas vidas.

 

PERGUNTINHA

Pimentel, Léo Moraes, Garçon, Ribamar, Nazif, Odacir, Edgar do Boi, Hermínio: entre esses nomes, você votaria em quem para prefeito da Capital?

 

 

 

 

 

Banner de Divulgação 11

Sérgio Pires 16/05/2016

NÃO TEM MAIS GRANA DA CULTURA APENAS PARA MEIA DÚZIA!

Algumas dicas para se entender porque alguns poucos andam gritando tanto contra as mudanças no Ministério da Cultura, que só dava grana (e muiiitttaaaaa grana), para alguns poucos acólitos e petistas de carteirinha:

 - No governo Dilma, 3% das propostas levaram 50% dos incentivos, um cenário que só contribuiu para a concentração cultural do país, enquanto pouco incentivou projetos menores  

- Maria Betânia  protestou. Por que? Ora, porque em 2011, ela conseguiu uma verba de 1 milhão e 300 mil para fazer um Blog fraquinho, só com poesias e clipes. Quase 1.500 salários mínimos.

- Claudia Leite também chiou, Quem não chiaria? Em 2013, ela abocanhou 5 milhões e 883 mil para 12 shows no Nordeste. Grana do contribuinte. Cada show custou para nós, brasileiros, 490 mil reais.

 - Quem não chiou? O maestro João Carlos Martins, um dos grandes nomes da música clássica mundial. Ele não protestou, mas poderia, Recebeu um recurso de 25 milhões da Lei Rouneat, do nosso vital Ministério da Cultura. Qual a estranheza? Simples: Ele jamais pediu esse dinheiro!

-  Apaixonada pelo PT, uma espécie de doença de família, Camila Pitanga conseguiu um dinheirinho. Pouco. Menos de 1 milhão e 300 mil reais, para realizar um documentário sobre “ a genialidade do meu pai”, segundo palavras dela. Antonio Pitanga é casado com a ex governadora e ex senadora Benedita Silva. Deu prá entender?

- Ex mulher de Chico Buarque (aquele cuja família foi uma das mais beneficiadas, incluindo ele próprio, por gastos do Ministério da Cultura, nos últimos oito anos) a atriz Marieta Severo abocanhou as maiores fatias de verbas. Nos últimas quatro anos, ela e seu novo companheiro, o diretor de teatro Aderbal Filho, receberam apoios e verbas superiores a 7 milhões e 700 mil reais.

 

 Alguém aí lembra de algum espetáculo feito pela dupla, de forma gratuita, para o público que não pode pagar ingresso?

 O socialismo é muito bonito, quando o dinheiro é dos outros e vai direto para os bolsos de quem discursa teorias de igualdade. Viva o fim das mordomias do Ministério da Cultura para meia dúzia!

 

 

 

JOVENS “OUZADOS”!

Ainda não saiu o novo aumento da tarifa de ônibus em Porto Velho. Pode sair ainda nesta quarta. Menos de seis meses com o novo consórcio, enquanto o antigo ficou mais de cinco anos com a mesma tarifa. Nessa segunda, um grupo de estudantes foi às ruas, protestar contra o anúncio do reajuste. Seria uma bela demonstração de cidadania e mobilização, caso uma das faixas não estivesse com um terrível erro de Português, o que bem demonstra a péssima qualidade do ensino, principalmente quando se trata  da nossa da Língua. A faixa dizia: “ Juventude que OUZA sonhar, constrói o poder popular!”!  “Ousa” com Z é para matar de vergonha os professores que acham que ensinaram esses jovens a escrever.

 

CONSEGUIRAM O QUE QUERIAM...

Nove assassinatos em uma semana; entre eles, duas vítimas mulheres. Uma covardemente morta pelo ex namorado, com um tiro à queima roupa na cabeça  e em plena luz do dia e outra, uma professora, baleada na cabeça, quando um grupo “dimenor” começou a atirar, na saída de um show. Esse é o quadro de total violência que tomou conta de Porto Velho nos últimos dias. A polícia tem feito o que pode, dentro das condições que possui.  Mas.quando responde aos tiros de marginais, os homens da lei ainda correm o risco de serem processados, presos e perderem sua função pública. Só se pode dizer que quem criou essas leis de proteção aos bandidos, conseguiu, realmente, o que  queria: transformar as pessoas de bem em reféns e vítimas.

 

O PRIMEIRO PASSO

“O novo governo capitaneado pelo presidente em exercício Michel Temer, reacende uma luz no fim do túnel e, renascidas das cinzas como a criatura mitológica Fênix, as esperanças dos brasileiros tomam novo fôlego. A classe empresarial também vive esta expectativa de mudanças para voltar a investir. A fé foi renovada, pois este novo governo precisa de um voto de confiança e tem todas as condições favoráveis para efetivar, por mais drásticas, as mudanças necessárias. O primeiro passo foi dado”. Trecho de artigo assinado pelo presidente da Fiero, Marcelo Thomé, cheio de esperança em relação à nova fase q1ue começou no Brasil na semana passada.

 

SÓ UMA BALA

O governador Confúcio Moura, que manteve silêncio total durante toda a crise política que envolveu o antes, o durante e o pós impeachment da Presidente Dilma, só nesse domingo, alguns dias depois da posse de Temer, se pronunciou sobre o assunto,. Publicou longo texto recheado de elogios ao novo Presidente brasileiro, que foi colega dele durante uma década na Câmara Federal. Mas também disse que Temer “só tem uma bala na agulha”, para resolver os problemas nacionais! Todo mundo sabe ser Presidente. Todo brasileiro sabe ser técnico da seleção de futebol. “Todo mundo sabe escalar o time. Todo mundo sabe escalar um Ministério. Todo brasileiro sabe dizer o que deve ser feito. Todo mundo quer ser feliz. Todo mundo quer muito mais”, escreveu Confúcio.

 

“EU GOSTO DO MICHEL!”

O Governador, no longo texto, não tocou no nome da ex Presidente ou Presidente afastada, como queiram, Dilma Rousseff. Preferiu sugerir a privatização da Petrobras e dizer que os brasileiros precisam ajudar para que o novo governo tenha sucesso, sob risco de drama e caos. Confúcio concluiu seu artigo no Blog, nesse domingo, declarando seu apoio total ao novo Presidente: “Eu gosto do Michel. Eu confio no Michel. Eu quero que o Michel faça um governo necessário, nesta transição. Eu quero que o Michel deixe um legado bonito para o nosso pais. Eu torço para que o Michel encare as reformas, como disse Hélio Jaguaribe, ou reforma ou o caos”.

 

PERGUNTINHA

Você está preparado para apoiar a volta da CPMF, que será aprovada dentro dos próximos dias, por decisão dos novos responsáveis pela área econômica do governo brasileiro?

 

 

 

 

 

Banner de Divulgação 12

Sérgio Pires 15/05/2016

ALGUÉM VAI PEDIR DESCULPAS PARA AS FAMÍLIAS DOS MORTOS?

Infelizmente, não se pode escrever e dizer  tudo o que se pensa. Porque, quem o fizesse, mesmo recheado de razão e dono da pura verdade; mesmo usando os melhores argumentos, correria o risco de ser processado e até preso, não importa se fosse uma voz de alguém do bem, em defesa da sociedade. O preâmbulo é necessário para se falar sobre uma questão que está deixando desesperadas milhares de famílias brasileiras, que têm perdido seus entes queridos, durante saídas de bandidos e marginais (chamados tristemente de “reeducandos”, como uma espécie de bofetada na nossa cara), em datas festivas. Não se ignora que a maioria tem direito e utiliza o tempo fora da prisão para conviver com a família e voltar a cumprir suas obrigações penais, depois de alguns de liberdade provisória. Mas o que está ocorrendo é que a minoria de facínoras, covardes, alguns com fichas criminais de muitos metros; autores de crimes cruéis, estão tendo o mesmo benefício, como se o merecessem. Ora, só em Porto Velho e na mesma semana, bandidões que saíram das cadeiass, deixaram em prantos as famílias de suas vítimas. Num dos casos, dois deles fuzilaram um comerciante trabalhador, deixando a família dele abandonada e sem pai. No outro, um criminoso cruel, que ameaçava sua vítima há longo tempo, matou a ex namorada  com tiro na cabeça à queima roupa, no meio da rua. O caso ainda não está claro, mas a mídia toda informa que o matador tinha sido solto para ver a mamãe. Mandou a mamãe de uma menina de um ano e meio - para a morte cruel.

Alguma coisa não está funcionando nesses casos. Certamente o magistrado que decide pela soltura provisória desses canalhas, não está recebendo todas as informações necessárias, antes de autorizar que gente perigosa deixe a cadeia. Espera-se agora que alguém peça desculpas às famílias dos mortos. E mais o jornalista não vai escrever, porque senão ele, com toda a sua indignação, é que será processado por estar defendendo quem defende!

 

 

SOCORRO, POLÍCIA!

A insegurança pública, aliás, é cada vez mais presente na vida de todos os brasileiros e rondonienses. Com leis frágeis, espúrias e que protegem o crime, ao invés de combatê-lo, a bandidagem age tranquila e sem ser combatida. Em Porto Velho, em quatro dias, houve seis assassinatos na zona leste, em luta por   pontos de droga. Não parece história das favelas dominadas pelo crime organizado, no Rio de Janeiro? Sábado de manhã, no Parque Circuito, na Capital, antes das oito da manhã, dois menores já tinham assaltado três pessoas. Num dos casos, para roubar uma bicicleta e um celular, eles atiraram duas vezes contra a vítima. Por sorte não acertaram. Socorro!

 

DESESPERO 

Nas redes sociais, é claro o desespero de artistas (todos famosos), ligados ao PT, que estão perdendo a “boquinha” e a dinheirama que tinham a disposição no antigo Ministério da Cultura, agora absorvido pelo Ministério da Educação. É uma choradeira total. Tudo, é claro, em nome da cultura brasileira. Uma banana para eles! Todos esquerdistas de carteirinha, comunistas de uísque importado, caviar e ar condicionado, estão assim porque sabem que a torneira da gastança e das mordomias para os “cumpanheiros” vai fechar. Agora, as verbas e a famosa Lei Rouanet poderão beneficiar a todos e não só ao grupelho petista da área cultural.

 

OS MESMOS DE SEMPRE

Entre os que protestam, não há só um músico novo apoiado; um escritor que tenha recebido algum incentivo para começar; algum projeto fora do grupo deles. Chico Buarque, Gilberto Gil, Caetano, Maria Betânia, Marieta Severo, Ivan Lins, Cláudio Leite e uma tal Vanessa da Meta são os que mais protestaram contra o fim do amigão Ministério da Cultura. Também o cuspidor José Abreu reclamou, dizendo que a cultura brasileira foi golpeada de morte! Só pode ser brincadeira dessa meia dúzia, que se acha representante de toda a cultura brasileira. Todos os que receberam milhões para seus shows e espetáculos (como Marieta Severo, que recebeu 7 milhões e 880 mil em quatro anos), certamente vão espernear muito.

 

TROCANDO DE PELE

O processo eleitoral para Prefeituras e Câmaras de todo o país já está em curso a partir de hoje. Políticos e partidos sobrestaram estrategicamente suas decisões....”

E continua, mais adiante: “por isso, mais do que nunca, o eleitor deve ficar atento, pois os que abandonarem a sigla” (que foi defenestrada do poder, quis se referir...) “a partir de agora dificilmente abandonarão também as práticas espúrias, o conjunto da obra que deu origem ao impeachment. É preciso atenção pois as peles de cordeiro já estão sendo retiradas do fundo dos armários. E todos voltarão a bater à sua porta com ares de bom moço e pedindo o seu apoio”. Trecho de artigo assinado pelo presidente da OAB, Andrey Cavalcanti, falando com sabedoria sobre a próxima eleição...

 

TUDO DE NOVO!

A baderna retornou ao Espaço Alternativo, segundo denuncia o Diário da Amazônia. Vagabundos e vagabundas (tem que se dar os nomes e parar com o mimimi), vão para lá madrugada afora, encher a cara,  usar drogas, fazer sexo a céu aberto – as fotos e vídeos nas redes sociais são a prova disso, portanto não há qualquer exagero! – e destruir o que ainda sequer está concluído. Todos os finais de semana, parte da iluminação não funciona porque os fios são arrancados, para fazer ligações clandestinas em caixas de som. Para colocar mais barulho na baderna. Lixo espalhado, brigas, muita droga e rachas de carros voltaram para a área que deveria ser de lazer. Não tem polícia, é claro!

 

PERGUNTINHA

Afinal de contas, quem vai ter chances reais de ganhar a eleição municipal em Porto Velho, nessa campanha que já está nas ruas, mas que a população continua ignorando?

 

 

 

 

 

 

 

Banner de Divulgação 13

Sérgio Pires 13/05/2016

GUERRA AO DESEMPREGO: TEMER PODERIA TER TIDO ESSA IDEIA!

Ainda não se pode cobrar nada Michel Temer. Ele assumiu num momento crítico, quase de terra arrasada, principalmente na área econômica. Seria injusto não dar ao novo poderoso ao menos algum tempo, para mostrar que ele veio para mudar e melhorar. O problema é que, nas primeiras horas e nas primeiras ações, Temer foi...Temer. Pisou em ovos. Montou um ministério cheio de raposas políticas e não propôs nada concreto, a não ser um pacto etéreo, que não se sabe como funcionará. Ele poderia ter iniciado ao menos com algumas ideias óbvias, para fazer com que as coisas começassem a mudar já. Uma delas seria, por exemplo, pedir o apoio do empresariado nacional, pela volta do emprego. Pedir um crédito às milhares de empresas brasileiras, que querem voltar a crescer e que acreditam que o fim da era PT e Dilma e a volta do Brasil às mãos de pessoas que realmente priorizaram o país à sua ideologia, começa por sacrifícios mútuos. Temer poderia pedir aos empresários brasileiros que contratassem, cada um, ao menos um desempregado já agora, hoje! Seria impossível? Para muitos indústrias, fábricas, lojas e pequenos empreendedores, talvez até fosse. Mas se 1 milhão de pessoas voltassem a trabalhar nesse país, em uma semana, entre os mais de 11 milhões e meio de desempregados, já seria um passo enorme e, por si só, valeria a troca de governo.

Temer poderia também ter anunciado um corte radical nos 100 mil cargos comissionados do governo federal e não apenas quatro mil, como foi definido. Se reduzisse à metade, seria uma demonstração clara de que pretende tirar das costas do contribuinte, esse gasto imenso e desnecessário. A terceira medida, quem sabe, seria cortar pela metade o vergonhoso Fundo Partidário e ainda só o entregando à sigla que tiver representação no Senado. Mas fez um discurso bonito. O Brasil hoje precisa mais do que discurso, para se recuperar...

 

 

HORA DO BOM SENSO

Algumas categorias de servidores do Estado ensaiam exigir  reajuste de salários. Há casos em que o funcionário recebe numa faixa próxima aos 30 mil reais, mas ainda acha pouco. Reivindicar salários mais altos é justo, seja quem for o trabalhador. O que não se pode é transformar a reivindicação em irresponsabilidade. Nessa crise toda, pressionar para que uma categoria ganhe mais, em detrimento de todas as outras  é arriscado. É quando começa a não haver  dinheiro para pagar todos os salários. É isso o que está ocorrendo em 23 dos 27 estados brasileiros. Gastar mais do que pode é irreal e perigoso. Rondônia é um dos quatro estados que ainda paga seus salários e fornecedores em dia. O bom senso  e a lógica indicam que devemos continuar assim, para não entrarmos na vala comum.

 

ARI OTT NA SICV TV

Eleito por grande maioria dos professores e estudantes da Unir, em votação direta, o professor doutor Ari Ott assume em breve a reitoria da Universidade Federal. Ele vai substituir sua amiga de magistério e ensino superior de muitos anos, Berenice Tourinho, que está deixando o cargo depois de dois mandatos seguidos. Ambos, aliás, recheados de avanços para a Universidade, em todos os sentidos. Os planos de Ott, suas ideias, como pretende fazer a Unir crescer e se fortalecer, mesmo com toda a crise nacional, são alguns dos temas abordados na entrevista exclusiva que ele concedeu a Sérgio Pires, no programa Direto ao Ponto. Vai ao ar neste sábado, a partir das 13h15, para todas as duas dezenas de emissoras afiliadas à SICTV/Record. Imperdível!

 

PETULANTES E ESQUECIDOS

Ah, os petistas! São meia dúzia que ainda têm coragem de botar a cara pra fora, mas continuam petulantes e cheios de razão, principalmente nas redes sociais. Para eles, Temer é golpista, é corrupto.  Dilma – pobre coitada! – caiu por causa dos coxinhas que queriam o poder a qualquer custo. Nem uma só palavra sobre as quadrilhas que se instalaram no governo do PT (José Dirceu e seu séquito formaram apenas uma delas, para não ter que escrever coma enciclopédia com os nomes dos petistas ladrões); zero sobre a destruição da Petrobras, da Caixa Federal, da roubalheira no BNDES, das prisões de dezenas de assessores próximos à Presidente. Para eles, tudo que a “cumpanheirada” fez foi pelo bem do Brasil. Já os coxinhas...

 

“COMIGO NÃO, JACARÉ!”

A ex senadora e hoje moradora de São Paulo, onde exerce um cargo comissionado no governo do PT (que certamente perderá), Fátima Cleide, usou as redes sociais para criticar duramente os “coxinhas”, que afastaram a Presidente Dilma do Governo. Ela postou o seguinte texto: “hoje estou sem paciência. Se você é favor do golpe, faça-me o favor: fique na sua. Aqui comigo não, jacaré! Vá procurar sua turma de ricos e tomar seu champanhe na beira da piscina. Me deixe em paz com minha dor, porque assistir a um golpe contra a democracia é muito triste”! Obviamente, na mesma postagem, Fátima teve que ler respostas duríssimas contra o que afirmou. Não está fácil a vida dos ex poderosos do PT.

 

DOCE VINGANÇA

Collor de Mello saiu escorraçado do Planalto. Quem é menos jovem lembra da cena dele e da então primeira dama, Rosane Malta, saindo de cabeça erguida, passando pelo povo, em direção à degradação política. Fazem quase 24 anos. Agora, Color teve a chance de se vingar. E que doce vingança! Num discurso bem feito, elegante, ele lembrou do tratamento que teve (seu processo foi resolvido em 48 horas) e comparou com todos os cuidados que houve no afastamento de Dilma Rousseff. Na época, ele sequer pôde usufruir de qualquer benefício como ex Presidente, Depois de ter sofrido nas mãos dos petistas, que lideraram o movimento por seu impeachment, Collor devolveu: votou sim, contra Dilma....

 

PERGUNTINHA

O que você achou da diminuição para 24 no número de Ministérios e dos nomes que Michel Temer escolheu para formar sua equipe de governo?

 

 

 

 

Banner de Divulgação 14

Sérgio Pires 12/05/2016

A PONTE DA VERGONHA, RESUMO DO DESCASO COM NOSSAS CRIANÇAS!

Quando a professora fez um vídeo e o colocou na internet, parecia uma brincadeira de mau gosto. Houve quem imaginasse que seria uma montagem. Quem iria acreditar numa sequência daquelas cenas dantescas, expostas aos olhos de milhares e milhares de internautas e que serviam, antes de tudo, para deixar claro a falta de respeito e de vergonha dos homens públicos para com nossas crianças? Infelizmente, tudo era e é verdade. Na zona rural de Cacoal (mas poderia ser em qualquer das nossas cidades rondonienses ou Brasil afora, já que esse desleixo é uma espécie de doença nacional!), dezenas de crianças arriscam suas vidas, todos os dias, para passar por uma ponte  destroçada, abandonada, caindo aos pedaços. Os riscos são imensos, mas elas, protegidas por suas professoras, caminham entre buracos e perigos, para poderem chegar à sua escola. Querem estudar, mesmo que para isso tenham que caminhar no fio da vergonha, do abandono, da falta de atenção para com elas. Nos discursos, sempre tratadas como futuro do Brasil e em belas palavras que cantam a importância da educação, os políticos adoram subir em palanques para repetir ladainhas que, ainda, a muitos enganam. Mas quando se depara com a vida real e com cenas como essas, da ponte da morte, sabe-se que há uma distância abissal entre o que é conversa mole e o que é verdade.

Bilhões de reais que deveriam ser utilizados na educação, muitas vezes não chegam onde devem chegar. Parte desse dinheiro fica pelo caminho, enchendo bolsos e incentivando a corrupção que é, hoje, o grande câncer desse país, que levará anos para se recuperar do que lhe roubaram, principalmente na última década e meia. Enquanto isso, as crianças rondonienses continuarão assim: andando na corda bamba, correndo riscos, vivendo de reza para que nada lhes aconteça. É uma vergonha. Mais uma, a que somos, como sociedade, submetidos. Lamentável!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O NOVO REITOR

Em um de seus últimos atos como ministro da Educação, Aloizio Mercadante assinou a nomeação do professor doutro Ari Ott, como novo reitor da Universidade Federal de Rondônia (Unir). Eleito por ampla maioria entre alunos, professores e servidores da Unir, Ari Ott teve também seu nome confirmado pelo Conselho Universitário. Apoiado também pelo governador Confúcio Moura, que encaminhou carta à então Presidente Dilma, pedindo a nomeação e pelo presidente da Assembleia, Maurão de Carvalho, Ott assume a universidade com grandes desafios pela frente. Um deles será dar continuidade ao trabalho, considerado de excelente qualidade, da atual reitora, Berenice Tourinho. A posse de Ari Ott deve ser no segundo semestre.

 

ASSASSINO SOLTO!

Qual o critério utilizado pelo juiz que autorizou o bandidão ( traficante de drogas, assaltante, homicida e perigoso Tiago Ribeiro Gonçalves, para ter uma saída temporária da cadeia, para “comemorar” o Dia das Mães? Mesmo com uma extensa ficha criminal, mesmo sendo considerado um bandido cruel e sanguinário, ele recebeu o benefício. Na segunda-feira, junto com outros asseclas, Tiago participou de um assalto, onde o comerciante Inácio Moreira da Silva, 56 anos, foi assassinado a sangue frio. Preso pouco depois (de novo), espera-se que no próximo Dia dos Pais ele não saia de novo, porque certamente vai matar alguém. Alguém aí vai explicar à família como um sujeito desses pode ter benefícios legais?

 

DEU A LÓGICA

Como todo o país esperava (e principalmente os brasileiros patriotas, que querem um Brasil melhor), a presidente petista foi defenestrada. Por enquanto, apenas afastada por 180 dias. Não há quem aposte, contudo, um só centavo na hipótese de que ela volte a comandar o país. Sem o apoio dos “movimentos sociais” mantidos a muito dinheiro dos cofres públicos, porque a fonte vai secar com Temer, Dilma tende a ficar isolada. Seu mentor, o ex presidente Lula, terá a partir de agora, que cuidar de si mesmo. Sem foro privilegiado, está perto das mãos do Juiz Sérgio Moro, que quer colocá-lo na cadeia. O efeito danoso do PT sobre o Brasil, finalmente, está terminando.

 

TROCANDO DE MÃOS

Ibama, Sipam, Eletrobras, INSS, Funasa, Superintendência Federal da Agricultura, Incra, Dnit, Funai, Superintendência Regional do Trabalho são alguns dos órgãos federais que devem mudar de mãos em breve. Na maioria dos casos, lotadas de petistas e seus antigos aliados, em breve, os atuais ocupantes  começarão a deixar suas cadeiras, um a um. Há alguns antigos membros do PT que estão no mesmo posto há mais de 13 anos, logo depois que o partido assumiu o comando. No total, em todo o país, calcula-se que existam pelo menos 100 mil cargos comissionados, do escalão mais alto aos mais baixos. Temer faria um grande bem ao país, se cortasse ao menos pela metade, essa vergonheira toda.

 

MINISTRO PARCEIRO

O setor do agronegócio em Rondônia está comemorando a indicação do empresário e senador Blairo Maggi para o Ministério da Agricultura. Parceiro de Rondônia há muitos anos, com pesados investimentos feitos no Estado, inclusive com um porto na Capital, Maggi já adiantou que dará, à região amazônica, uma atenção toda especial. Amigo pessoal do ex governador e hoje seu colega, o senador Ivo Cassol e com ótimo relacionamento com toda a classe política local,  Maggi conhece Rondônia muito bem, sabe das suas potencialidades..  Que ninguém se surpreenda se ele acabar aparecendo na Rondônia Rural Show, no final do mês, em Ji-Paraná, numa de suas primeiras visitas oficiais a Rondônia como ministro!

 

PERGUNTINHA

Quais as ações mais urgentes que o presidente Michel Temer precisa tomar para tirar o Brasil do buraco em que fomos metidos pelo governo Dilma Rousseff?

 

 

 

 

Banner de Divulgação 15

Sérgio Pires 12/05/2016

QUANDO A POLÍCIA ESTÁ A SERVIÇO DO PODEROSO DE PLANTÃO!

As cenas das fotos, mostram e explicam por si só o que acontece no Brasil e que, se formos um pouco otimistas, temos certeza de que não se repetirão. Enquanto muitos vagabundos, mas também gente pobre, levada pelas mãos de malandros sustentados por dinheiro público, fecham impunemente rodovias, burlando a lei e o direito dos outros, sem qualquer oposição, caminhoneiros trabalhadores são tratados como bandidos. No ano passado, quando a categoria decidiu fechar estradas, protestando contra os desmandos do poder central, a agora ex Presidente discursava, dizendo que é crime interromper rodovias federais. E autorizou que sua polícia descesse o cassetete nos coitados. Em contrapartida, quando a movimentação é pro PT e seus aliados, vale tudo. E ai da polícia que ousar interferir! Daí não é crime, não é banditismo, não há nada de errado. Que se danem os que não rezam pela cartilha petista e dos “movimentos populares”,fadados ao sumiço, felizmente, quando secarem os cofres públicos, que sustentam essa orgia política e ideológica. Dilma Rousseff convocou a Força Nacional e a Polícia Rodoviária para combater a paralisação dos caminhoneiros, no ano passado e deixou claro: contra o governo, protesto é proibido. Já a favor...

Por que ressuscitar esse assunto? Simples. Porque nos últimos dias, forças de apoio ao PT e à Dilma, temerosas de perder a grana e a chave dos cofres públicos, embora numa minoria quase ridícula, tomaram rodovias, incendiaram pneus, interromperam o tráfego em várias vias federais e de acesso às grandes cidades. Não se viu uma só ação das forças policiais contra esse acinte. A Força Nacional e a PRF ficaram observando.  É bom que saibam, as duas instituições: elas não servem ao poderoso de plantão. Servem ao povo brasileiro. Se não entenderem isso, que se recolham aos quartéis e fiquem por lá!

 

 

VIVA O REI!

A euforia que toma grande parte do país, nessa quinta, tem sim razão de ser. A maioria dos brasileiros comemora o fim de um desgoverno, que nos trouxe uma situação tão caótica, que deixou a Nação à deriva por mais de um ano e meio. E o país totalmente jogado às traças, com uma economia semidestroçada e a política dividindo o povo em todas as questões. Quem não gostou, claro, foi a minoria de governistas e os mamadores de tetas (MST, MTST, CUT, ONGs nacionais e internacionais e ocupantes de quase 100 mil cargos de confiança, em todos os escalões), que vão perder a boquinha. A Rainha está morta! Viva o Rei!

 

SALVADOR DA PÁTRIA?

Michel Temer assume como um salvador da Pátria? Não. Primeiro, porque ele não tem competência para o ser. Depois, porque, como a maioria dos políticos brasileiros, não tem uma vida pregressa que o coloque como um santo no altar das divindades. Mas chega com um ingrediente muito positivo: a esperança renovada de milhões de pessoas, que veem nele uma pequena luz no final desse túnel. Só a troca de comando, só a saída do discurso vazio e ideológico; só a volta do Brasil para as mãos dos brasileiros patriotas e a derrota de quem não soube guiar essa gigantesca nave, já são um alento. Daqui para a frente, torçamos para que Temer consiga nos colocar de volta em direção ao futuro.

 

 

TRÊS A ZERO

Como a coluna já havia antecipado há pelo menos duas semanas, os três senadores rondonienses votaram pelo afastamento de Dilma Rousseff e pela continuidade do processo de impeachment. O primeiro a abrir seu voto foi Valdir Raupp, tão logo o seu partido, o PMDB, rompeu com o PT e o Planalto. Logo depois, foi Ivo Cassol, que embora tenha destacado que era grato à Presidente, por ela ter assinado a lei que liberou um novo medicamento contra o câncer , uma luta pessoal do ex governador rondoniense), anunciou que votaria pelo impeachment. O último a se posicionar foi Acir Gurgacz, que é do PDT, que morreu abraçado com Dilma. Ele também abriu o voto contra a Presidente, alegando que ela não tem mais condições de governar.

 

ATÉ O MATO GROSSO!

O Mato Grosso era um dos poucos estados brasileiros que ainda conseguia manter suas contas em dia. Mas, com um aumento de despesas na faixa de 230 por cento, enquanto a arrecadação chegou a apenas 170 por cento (e com inúmeros benefícios ao funcionalismo, piorando ainda mais a situação), o competente governador Pedro Taques anunciou que vai começar, também, a deixar de pagar as contas em dia. Incluindo salários. O aumento com pessoal, naquele estado vizinho, expandiu-se mais do que duas vezes em relação à receita. Ou seja, na economia, não há milagre. Quem gasta maios do que ganha, está ferrado.

 

RONDÔNIA É EXCEÇÃO

Nesse contexto, torna-se ainda mais importante a situação positiva das finanças de Rondônia. Mesmo com todas as dificuldades, o controle rigoroso de gastos coloca nosso Estado entre os únicos quatro do Brasil (eram cinco), em que os salários e os fornecedores ainda são pagos dentro do mês trabalhado. O Governo anuncia que os salários dos servidores, em maio, serão pagos no dia 25 próximo, ou seja, seis dias antes do mês terminar. E foi mais longe: já confirmou que a primeira parcela do 13º de todo o funcionalismo estará disponível nos bancos a partir de 15 de julho. Temos que comemorar. Ainda bem que Confúcio apertou os cintos. Se o tivesse soltado, provavelmente hoje teríamos greves e protestos e salários atrasados.

 

PERGUNTINHA

Depois de passar a noite comemorando o fim de um governo que não conseguia mais gerir o Brasil, você acordou esperançoso ou acha que nada vai mudar com o Temer?

 

 

 

 

Banner de Divulgação 16

Sérgio Pires 10/05/2016

PARA FELICIDADE GERAL DA NAÇÃO, DILMA JÁ VAI TARDE!

 “Esgotou-se o tipo de governo do PT. Não há mais o que ele possa fazer pelo país”. O respeitado senador Cristóvão Buarque (aquele que tem na educação seu maior mote no discurso), resumiu o que a grande maioria dos brasileiros pensa sobre esse governo que já vai tarde. Nessa quarta deve se decidir o destino do Brasil, com a saída da Presidente. Tecnicamente é uma saída provisória de 180 dias. Na prática, significa que, para felicidade geral da Nação, ela não colocará mais os pés no Planalto, a não ser pelas fotos suas, que ficarão penduradas na parede, ao lado de outros ex Presidentes. Já vai tarde por todos os motivos que conhecemos, por muitos outros que só agora estamos sabendo e também pelos que ficaremos sabendo daqui para a frente. Como o fato do comando do PT ter exigido propina de 1% de todas as obras federais da Andrade Gutierrez desde 2003 (e enquanto o partido estivesse no poder); os cerca de 600 milhões de reais de gastos ainda não computados nas dívidas federais; os 11 milhões e meio de desempregados; a destruição da economia e o fechamento de mais de 100 mil empresas, nos últimos dois anos. Há muito mais a dizer, mas não há necessidade. Ninguém aguenta mais dona Dilma, a não ser os petistas e acólitos que não querem perder a boquinha, desde que aprenderam que o cofre abundante do dinheiro público, para eles não tem segredo. 

Nunca na história desse país, como diria Lula, uma semana vai demorar tanto a passar. Claro que é preciso que se cumpram todos os preceitos da Constituição (embora, dependendo da cara do freguês, o STF esqueça que é o guardião da Constituição) , antes que Dilma voe do cargo. E é bom destacar que Cristóvão Buarque está certo mais uma vez: o tipo de governo do PT se esgotou para o Brasil. E esgotou, também, à grande maioria dos brasileiros!

 

 

 

ÚLTIMA CARTA

Um das últimas correspondências que Dilma Rousseff receberá como Presidente, será do governador Confúcio Moura. Ele encaminhou carta,com data do dia 9, externando seu total apoio para que o professor doutor Ari Ott, assuma como reitor da Universidade Federal de Rondônia. Na carta, Confúcio destacou a grande contribuição de Ott à educação e à causas como políticas públicas, saúde indígena e defesa do meio ambiente, além do seu grande conhecimento como professor, para assumir o posto. Enfatizou ainda que Ari Ott foi eleito democraticamente por ampla maioria do corpo discente e docente e que teve seu nome confirmado no Conselho Universitário.

 

ROUBANDO DOS POBRES

Pauani é uma pequena cidade do Amazonas, inacessível por terra. Sua gente é paupérrima e o sistema de saúde e educação, totalmente dependentes de verbas federais, são muito ruins, perto do deprimente. Nessa comunidade com pouco mais de 10 mil habitantes, a prefeita da cidade, Maria Barroso da Costa, conseguiu um feito extraordinário: roubar mais de 15 milhões de reais de dinheiro público. A grana, que serviria para atender uma multidão de pobres, enriqueceu uma quadrilha liderada pela dona Maria, junto com secretários e familiares. Todos foram presos. Certamente estarão soltos em breve, não devolverão o que roubaram e se a prefeita não perder os direitos políticos, ainda se faz d vítima  e é capaz de ser eleita de novo. É o Brasil. Não tem cura!

 

CADÊ A POLÍCIA RODOVIÁRIA?

Não eram mais de 100 pessoas. Desocupados, usando faixas de protestos, bandeiras de um tal de Movimento dos Atingidos por Barragens e outros, fecharam novamente a BR 364, na altura de Candeias do Jamari, em protesto contra o impeachment da Presidente. A Polícia Rodoviária  simplesmente fez de conta que nada tem a ver com a baderna, o desrespeito, a vagabundagem. Ora, quando meia dúzia de gatos pingados interrompe uma rodovia federal, impedindo o direito de ir e vir de milhares de pessoas,  fazendo de conta que manda no país, não há alguma autoridade que acabe com essa esculhambação? Pelo jeito, não se pode chamar a Polícia Rodoviária para resolver esses casos de interrupção da BR. A menos, é claro, que a paralisação seja de caminhoneiros, contrários ao Governo do PT! Daí o pau canta....

 

ÔNIBUS DE GRAÇA?

O ex senador Odacir Soares, um dos nomes citados constantemente como pré candidato a Prefeito de Porto Velho (ele já ocupou o cargo, no início da sua carreira política), tem usado o microfone da Rádio Rondônia, de sua propriedade, para bater duro no prefeito Mauro Nazif. Dias atrás, Odacir defendeu a ideia de transporte coletivo gratuito para toda a população, dizendo que se fosse Prefeito, implantaria esse sistema. Recebeu muitas críticas, mas continuou divulgando sua ideia. Nessa semana, depois que foi anunciado o reajuste do preço das passagens de ônibus de 2,60 reais para 3 reais, o ex senador voltou ao ataque. Disse que a decisão de Nazif é “um tapa na cara da população mais pobre!”. O tom da campanha já está aparecendo...

 

ARQUEOLOGIA DA SANTO ANTÔNIO

Peças com mais de sete mil anos, usadas por civilizações indígenas antigas; artigos de cerâmica com mais de mil anos, como um vaso até hoje intacto; relíquias encontradas durante a construção da Ferrovia Madeira Mamoré e outras, localizadas na região há mais de 200 anos: tudo isso está em exposição, em Porto Velho. Todas as peças foram encontradas e reunidas por arqueólogos e pesquisadores, que trabalharam na área da construção da hidrelétrica de Santo Antonio, no rio Madeira. A exposição está sendo realizada no Porto Velho Shopping e é aberta ao público, de segunda a domingo, das 10 da manhã às 10 da noite. Vai até esse domingo. Imperdível!

 

PERGUNTINHA

O caricato Waldir Maranhão será, finalmente, jogado no ostracismo, de onde jamais deveria ter saído ou ainda será mantido no Congresso, para aprontar mais alguma contra o Brasil?

 

 

 

 

 

Banner de Divulgação 17

Sérgio Pires 09/05/2016

NESTE PAÍS DA TRAGICOMÉDIA, O CARICATO INIMIGO DO BRASIL!

País do tragicômico. País de muitos homens públicos que não merecem essa nomenclatura. País de leis espúrias. País onde a população é obrigada a aceitar que, como o Congresso é composto por tantos néscios e fichas sujas, pode-se burlar a Constituição, para que o Supremo Tribunal Federal faça papel de parlamento. País onde um semianalfabeto político, um personagem quase desconhecido, que se elege em seu estado com quase 165 mil votos (dá para entender o eleitorado brasileiro?), possa vender sua alma ao diabo das espúrias transações e tirar um pouco de esperança que ainda restava ao seu povo. País onde uma figura dantesca, que chegou à Presidência da Câmara por vias conturbadas, contrarie não só o bom senso, mas a expectativa de milhões de pessoas do bem, que querem ver seu Brasil reerguer-se, tomando uma decisão inacreditável, preservando apenas seus amigos de interesses e bolso, em detrimento das grandes necessidades da imensa maioria da Nação. País onde uma decisão infeliz, estapafúrdia, derrubou a Bolsa de Valores em poucas horas e elevou o dólar, causando mais um grande prejuízo à economia já combalida. E deixando claro que está se lixando para mais de 90 por cento do povo brasileiro, que quer ver esse governo pelas costas.

Enfim, está assim o Brasil que nos fazem engolir todos os dias. Já não basta a violência descontrolada, pela impunidade absurda, doentia e incentivadora de crimes: já não bastam os mais de 11 milhões e meio de desempregados e nem as 100 mil empresas que fecharam nos últimos dois anos; já não basta a falta de perspectiva e de futuro: ainda temos que aguentar esses políticos, como esse Waldir Maranhão, figura caricata e ignorante, para tentar nos destruir ainda mais. Esse triste episódio mostra, outra vez, a que e a quem estamos sendo submetidos. Vade retro, inimigo do Brasil!

 

 

QUANDO A ESMOLA É DEMAIS...

Era bom demais pra ser verdade. Menos de duas semanas depois das obras do Anel Viário de Ji-Paraná recomeçarem pela enésima vez, tudo está quase parado de novo. Cabeça de burro enterrada? Sapos mortos por todo o trecho? Alguma praga há. Agora, tem máquinas, tem equipamentos, tem material, tem boa vontade do governo em tocar o serviço adiante, mas falta pessoal. O DER não tem gente para fazer o trabalho. O deputado Airton Gurgacz correu ao governador Confúcio Moura, pedindo socorro. A ordem que veio de cima é de que o diretor geral Ezequiel Neiva, dê seu jeito e resolva a situação. Confúcio não aceita mais ver a obra parada. Esperemos que sua vontade seja cumprida!

 

CONFÚCIO E MAURÃO APOIAM

O grupo minoritário que perdeu a eleição para a reitoria da Unir (o eleito foi o professor doutor Ari Ott), requentou denúncias de irregularidades que teriam ocorrido no passado, inclusive as encaminhando ao Ministro da Educação, tentando mudar, no tapetão, o resultado da disputa. Parece que não está dando certo, O governador Confúcio Moura e o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho, já deixaram claro seu apoio para que a nomeação do novo reitor ocorra rapidamente. Ambos irão até o Ministério da Educação, caso necessário, para fazer o gestão. Já os adversários do grupo vencedor continuam espalhando denúncias que, segundo se sabe na universidade, são antigas e estariam superadas. Nos próximos dias, novos capítulos da novela.

 

ESTUDO DE FUTUROLOGIA

As coisas começam a clarear na disputa pela Prefeitura da Capital. Já há uma dezena de nomes postos como pré candidatos, mas pouco mais da metade deles tem chances reais de chegar lá. Com a desistência de Mariana Carvalho (só vai mudar de ideia se o Sargento Garcia prender o Zorro), pelo menos um sexteto forte estará concorrendo, em busca da sucessão de Mauro Nazif. Um deles é o próprio Nazif, que quer um segundo mandato, mesmo sabendo que enfrentará grandes dificuldades. Os outros cinco: Williames Pimentel, Ribamar Araújo, Lindomar Garçon, Léo Moraes e Roberto Sobrinho. Claro que é um estudo de futurologia. Mas, pela lógica, o quadro atual é esse!

 

MAIS CINCO SE FORAM...

Os finais de semana, principalmente, se tornaram dias de luto e tristeza para muitas famílias rondonienses, por causa do grande número de acidentes e mortes que ocorrem na BR 364 e em rodovias estaduais. Num dos trechos mais perigosos da BR, entre Ariquemes e Jaru, nos últimos meses, já houve pelo menos cinco vítimas fatais. Numa estrada estadual, perto de Rolim, três pessoas da mesma família – mãe, pai e um filho – perderam a vida. Noutro, na 364, morreram mais dois jovens. Em apenas dois acidentes, outras cinco vidas perdidas. E em pleno domingo das mães. O trânsito violento continuam enlutando famílias em Rondônia. E no Brasil.

 

APRENDENDO COM SUZANE

Mais um caso semelhante ao da assassina Suzane Von Richthofen aconteceu em São Paulo, com algumas diferenças. Foi no interior e não houve vítimas. Mas o caso está abalando a cidade de Guararapes, interior paulista. As duas filhas de um casal, uma de 21 anos e outra de 17, criaram um grupo no watts app, apenas para planejar um assalto aos próprios pais. Uniram-se a dois estudantes de engenharia e inclusive combinaram que se os pais reagissem, os dois bandidos deveriam “quebrar os braços da mãe e o nariz do pai”. Se o pai estivesse armado, deveria ser morto. O caso foi descoberto poucos dias depois que os assaltantes limparam o cofre da família. Suzane e a impunidade estão fazendo adeptos, Brasil afora.

 

PERGUNTINHA

Depois de cinco anos sem dar aumento ao antigo consórcio do transporte coletivo na Capital, o usuário concorda com um reajuste das tarifas menos de seis meses depois do novo consórcio

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

assumir?

 

Banner de Divulgação 18

Sérgio Pires 09/05/2016

É O PAÍS DA TRAGICOMÉDIA, O CARICATO INIMIGO DO BRASIL!

País do tragicômico. País de muitos homens públicos que não merecem essa nomenclatura. País de leis espúrias. País onde a população é obrigada a aceitar que, como o Congresso é composto por tantos néscios e fichas sujas, pode-se burlar a Constituição, para que o Supremo Tribunal Federal faça papel de parlamento. País onde um semianalfabeto político, um personagem quase desconhecido, que se elege em seu estado com quase 165 mil votos (dá para entender o eleitorado brasileiro?), possa vender sua alma ao diabo das espúrias transações e tirar um pouco de esperança que ainda restava ao seu povo. País onde uma figura dantesca, que chegou à Presidência da Câmara por vias conturbadas, contrarie não só o bom senso, mas a expectativa de milhões de pessoas do bem, que querem ver seu Brasil reerguer-se, tomando uma decisão inacreditável, preservando apenas seus amigos de interesses e bolso, em detrimento das grandes necessidades da imensa maioria da Nação. País onde uma decisão infeliz, estapafúrdia, derrubou a Bolsa de Valores em poucas horas e elevou o dólar, causando mais um grande prejuízo à economia já combalida. E deixando claro que está se lixando para mais de 90 por cento do povo brasileiro, que quer ver esse governo pelas costas.

Enfim, está assim o Brasil que nos fazem engolir todos os dias. Já não basta a violência descontrolada, pela impunidade absurda, doentia e incentivadora de crimes: já não bastam os mais de 11 milhões e meio de desempregados e nem as 100 mil empresas que fecharam nos últimos dois anos; já não basta a falta de perspectiva e de futuro: ainda temos que aguentar esses políticos, como esse Waldir Maranhão, figura caricata e ignorante, para tentar nos destruir ainda mais. Esse triste episódio mostra, outra vez, a que e a quem estamos sendo submetidos. Vade retro, inimigo do Brasil!

 

 

QUANDO A ESMOLA É DEMAIS...

Era bom demais pra ser verdade. Menos de duas semanas depois das obras do Anel Viário de Ji-Paraná recomeçarem pela enésima vez, tudo está quase parado de novo. Cabeça de burro enterrada? Sapos mortos por todo o trecho? Alguma praga há. Agora, tem máquinas, tem equipamentos, tem material, tem boa vontade do governo em tocar o serviço adiante, mas falta pessoal. O DER não tem gente para fazer o trabalho. O deputado Airton Gurgacz correu ao governador Confúcio Moura, pedindo socorro. A ordem que veio de cima é de que o diretor geral Ezequiel Neiva, dê seu jeito e resolva a situação. Confúcio não aceita mais ver a obra parada. Esperemos que sua vontade seja cumprida!

 

CONFÚCIO E MAURÃO APOIAM

O grupo minoritário que perdeu a eleição para a reitoria da Unir (o eleito foi o professor doutor Ari Ott), requentou denúncias de irregularidades que teriam ocorrido no passado, inclusive as encaminhando ao Ministro da Educação, tentando mudar, no tapetão, o resultado da disputa. Parece que não está dando certo, O governador Confúcio Moura e o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho, já deixaram claro seu apoio para que a nomeação do novo reitor ocorra rapidamente. Ambos irão até o Ministério da Educação, caso necessário, para fazer o gestão. Já os adversários do grupo vencedor continuam espalhando denúncias que, segundo se sabe na universidade, são antigas e estariam superadas. Nos próximos dias, novos capítulos da novela.

 

ESTUDO DE FUTUROLOGIA

As coisas começam a clarear na disputa pela Prefeitura da Capital. Já há uma dezena de nomes postos como pré candidatos, mas pouco mais da metade deles tem chances reais de chegar lá. Com a desistência de Mariana Carvalho (só vai mudar de ideia se o Sargento Garcia prender o Zorro), pelo menos um sexteto forte estará concorrendo, em busca da sucessão de Mauro Nazif. Um deles é o próprio Nazif, que quer um segundo mandato, mesmo sabendo que enfrentará grandes dificuldades. Os outros cinco: Williames Pimentel, Ribamar Araújo, Lindomar Garçon, Léo Moraes e Roberto Sobrinho. Claro que é um estudo de futurologia. Mas, pela lógica, o quadro atual é esse!

 

MAIS CINCO SE FORAM...

Os finais de semana, principalmente, se tornaram dias de luto e tristeza para muitas famílias rondonienses, por causa do grande número de acidentes e mortes que ocorrem na BR 364 e em rodovias estaduais. Num dos trechos mais perigosos da BR, entre Ariquemes e Jaru, nos últimos meses, já houve pelo menos cinco vítimas fatais. Numa estrada estadual, perto de Rolim, três pessoas da mesma família – mãe, pai e um filho – perderam a vida. Noutro, na 364, morreram mais dois jovens. Em apenas dois acidentes, outras cinco vidas perdidas. E em pleno domingo das mães. O trânsito violento continuam enlutando famílias em Rondônia. E no Brasil.

 

APRENDENDO COM SUZANE

Mais um caso semelhante ao da assassina Suzane Von Richthofen aconteceu em São Paulo, com algumas diferenças. Foi no interior e não houve vítimas. Mas o caso está abalando a cidade de Guararapes, interior paulista. As duas filhas de um casal, uma de 21 anos e outra de 17, criaram um grupo no watts app, apenas para planejar um assalto aos próprios pais. Uniram-se a dois estudantes de engenharia e inclusive combinaram que se os pais reagissem, os dois bandidos deveriam “quebrar os braços da mãe e o nariz do pai”. Se o pai estivesse armado, deveria ser morto. O caso foi descoberto poucos dias depois que os assaltantes limparam o cofre da família. Suzane e a impunidade estão fazendo adeptos, Brasil afora.

 

PERGUNTINHA

Depois de cinco anos sem dar aumento ao antigo consórcio do transporte coletivo na Capital, o usuário concorda com um reajuste das tarifas menos de seis meses depois do novo consórcio assumir?

 

 

 

 

Banner de Divulgação 19

Sérgio Pires 09/05/2016

NO PAÍS DA TRAGICOMÉDIA, O CARICATO INIMIGO DO BRASIL!

País do tragicômico. País de muitos homens públicos que não merecem essa nomenclatura. País de leis espúrias. País onde a população é obrigada a aceitar que, como o Congresso é composto por tantos néscios e fichas sujas, pode-se burlar a Constituição, para que o Supremo Tribunal Federal faça papel de parlamento. País onde um semianalfabeto político, um personagem quase desconhecido, que se elege em seu estado com quase 165 mil votos (dá para entender o eleitorado brasileiro?), possa vender sua alma ao diabo das espúrias transações e tirar um pouco de esperança que ainda restava ao seu povo. País onde uma figura dantesca, que chegou à Presidência da Câmara por vias conturbadas, contrarie não só o bom senso, mas a expectativa de milhões de pessoas do bem, que querem ver seu Brasil reerguer-se, tomando uma decisão inacreditável, preservando apenas seus amigos de interesses e bolso, em detrimento das grandes necessidades da imensa maioria da Nação. País onde uma decisão infeliz, estapafúrdia, derrubou a Bolsa de Valores em poucas horas e elevou o dólar, causando mais um grande prejuízo à economia já combalida. E deixando claro que está se lixando para mais de 90 por cento do povo brasileiro, que quer ver esse governo pelas costas.

Enfim, está assim o Brasil que nos fazem engolir todos os dias. Já não basta a violência descontrolada, pela impunidade absurda, doentia e incentivadora de crimes: já não bastam os mais de 11 milhões e meio de desempregados e nem as 100 mil empresas que fecharam nos últimos dois anos; já não basta a falta de perspectiva e de futuro: ainda temos que aguentar esses políticos, como esse Waldir Maranhão, figura caricata e ignorante, para tentar nos destruir ainda mais. Esse triste episódio mostra, outra vez, a que e a quem estamos sendo submetidos. Vade retro, inimigo do Brasil!

 

 

QUANDO A ESMOLA É DEMAIS...

 

Era bom demais pra ser verdade. Menos de duas semanas depois das obras do Anel Viário de Ji-Paraná recomeçarem pela enésima vez, tudo está quase parado de novo. Cabeça de burro enterrada? Sapos mortos por todo o trecho? Alguma praga há. Agora, tem máquinas, tem equipamentos, tem material, tem boa vontade do governo em tocar o serviço adiante, mas falta pessoal. O DER não tem gente para fazer o trabalho. O deputado Airton Gurgacz correu ao governador Confúcio Moura, pedindo socorro. A ordem que veio de cima é de que o diretor geral Ezequiel Neiva, dê seu jeito e resolva a situação. Confúcio não aceita mais ver a obra parada. Esperemos que sua vontade seja cumprida!

 

CONFÚCIO E MAURÃO APOIAM

 

O grupo minoritário que perdeu a eleição para a reitoria da Unir (o eleito foi o professor doutor Ari Ott), requentou denúncias de irregularidades que teriam ocorrido no passado, inclusive as encaminhando ao Ministro da Educação, tentando mudar, no tapetão, o resultado da disputa. Parece que não está dando certo, O governador Confúcio Moura e o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho, já deixaram claro seu apoio para que a nomeação do novo reitor ocorra rapidamente. Ambos irão até o Ministério da Educação, caso necessário, para fazer o gestão. Já os adversários do grupo vencedor continuam espalhando denúncias que, segundo se sabe na universidade, são antigas e estariam superadas. Nos próximos dias, novos capítulos da novela.

 

ESTUDO DE FUTUROLOGIA

 

As coisas começam a clarear na disputa pela Prefeitura da Capital. Já há uma dezena de nomes postos como pré candidatos, mas pouco mais da metade deles tem chances reais de chegar lá. Com a desistência de Mariana Carvalho (só vai mudar de ideia se o Sargento Garcia prender o Zorro), pelo menos um sexteto forte estará concorrendo, em busca da sucessão de Mauro Nazif. Um deles é o próprio Nazif, que quer um segundo mandato, mesmo sabendo que enfrentará grandes dificuldades. Os outros cinco: Williames Pimentel, Ribamar Araújo, Lindomar Garçon, Léo Moraes e Roberto Sobrinho. Claro que é um estudo de futurologia. Mas, pela lógica, o quadro atual é esse!

 

MAIS CINCO SE FORAM...

Os finais de semana, principalmente, se tornaram dias de luto e tristeza para muitas famílias rondonienses, por causa do grande número de acidentes e mortes que ocorrem na BR 364 e em rodovias estaduais. Num dos trechos mais perigosos da BR, entre Ariquemes e Jaru, nos últimos meses, já houve pelo menos cinco vítimas fatais. Numa estrada estadual, perto de Rolim, três pessoas da mesma família – mãe, pai e um filho – perderam a vida. Noutro, na 364, morreram mais dois jovens. Em apenas dois acidentes, outras cinco vidas perdidas. E em pleno domingo das mães. O trânsito violento continuam enlutando famílias em Rondônia. E no Brasil.

 

APRENDENDO COM SUZANE

 

Mais um caso semelhante ao da assassina Suzane Von Richthofen aconteceu em São Paulo, com algumas diferenças. Foi no interior e não houve vítimas. Mas o caso está abalando a cidade de Guararapes, interior paulista. As duas filhas de um casal, uma de 21 anos e outra de 17, criaram um grupo no watts app, apenas para planejar um assalto aos próprios pais. Uniram-se a dois estudantes de engenharia e inclusive combinaram que se os pais reagissem, os dois bandidos deveriam “quebrar os braços da mãe e o nariz do pai”. Se o pai estivesse armado, deveria ser morto. O caso foi descoberto poucos dias depois que os assaltantes limparam o cofre da família. Suzane e a impunidade estão fazendo adeptos, Brasil afora.

 

PERGUNTINHA

Depois de cinco anos sem dar aumento ao antigo consórcio do transporte coletivo na Capital, o usuário concorda com um reajuste das tarifas menos de seis meses depois do novo consórcio assumir?

Banner de Divulgação 20

Banners Direita

Divulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  ParceirosDivulgação de  Parceiros